inclusão de arquivo javascript

 
 

Entenda como funciona o trem magnético

22 de setembro de 2006 10h44 atualizado às 12h26

Trem eletromagnético pode chegar até 450 km/h. Foto: Divulgação

Trem eletromagnético pode chegar até 450 km/h
Foto: Divulgação

O trem magnético não utiliza rodas, eixos ou transmissões mecânicas, e sim um sistema magnético de levitação em um trilho especial. Ou seja, sem que exista contato com os trilhos, o trem flutua e se move.

» Trem magnético colide na Alemanha; 30 podem ter morrido
»Veja como funciona trem que bateu a 200 Km/h

Isto é feito através de um suporte magnético disposto ao longo das duas extremidades laterais do trem e ao longo dos trilhos. Controlado eletronicamente, este suporte mantém o veículo nos trilhos baseando-se na lei de atração e repulsão dos pólos eletromagnéticos. É esta lei que garante que o trem não toque nos trilhos, mantendo uma distância que fica normalmente em 10 milímetros.

Baterias no interior do trem garantem o funcionamento do sistema de levitação sem a necessidade de energia externa. Durante a viagem, as baterias são recarregadas por geradores integrados aos suportes magnéticos.

O trem é impulsionado por uma corrente eletromagnética alternada liberada por um sistema eletrônico. Com o trem flutuando sobre uma série de ímãs com pólos negativos e positivos, a corrente faz com que um pólo seja atraído pelo próximo enquanto sofre uma repulsa do anterior. Assim, o trem se move flutuando sobre os trilhos, chegando a uma velocidade de 450 km/h. Para pará-lo, basta que a corrente eletromagnética seja invertida.

Redação Terra