0

Morre Wojciech Jaruzelski, ex-líder da Polônia comunista

25 mai 2014
13h36
atualizado às 13h37
  • separator
  • comentários

O general Wojciech Jaruzelski, último presidente da Polônia comunista, morreu neste domingo aos 91 anos como consequência do acidente vascular cerebral (AVC) que sofreu dias atrás. Nascido em julho de 1923, Jaruzelski permanecia internado em um hospital de Varsóvia desde o passado 11 de maio depois do agravamento de seu estado de saúde.

Wojciech Jaruzelski foi uma das principais figuras militares e políticas do país centro-europeu nas décadas de 1960, 1970 e 198
Wojciech Jaruzelski foi uma das principais figuras militares e políticas do país centro-europeu nas décadas de 1960, 1970 e 198
Foto: Wikimedia

A notícia foi comunicada à imprensa por outro ex-presidente, o socialista Aleksander Kwasniewski. Nos últimos anos, Woiciej Jaruzelski lutou contra um câncer e uma pneumonia, o que o obrigou a passar prolongados períodos hospitalizado.

Jaruzelski foi uma das principais figuras militares e políticas do país centro-europeu nas décadas de 1960, 1970 e 1980. O líder ocupou a pasta da Defesa em 1968 e fez parte da cúpula dirigente da Polônia comunista, foi primeiro-ministro de 1981 a 1985, presidente do Conselho de Estado de 1985 e 1989, e presidente do país entre 1989 e 1990.

Em 1981, o general decretou a Lei Marcial na Polônia, uma medida que sempre defendeu como necessária para evitar a intervenção de Moscou em um período no qual grande parte da sociedade polonesa clamava pelo fim do comunismo.

Posteriormente, o comunista promoveu as primeiras eleições livres e a transição para a democracia, protagonizada por Lech Walesa e seu sindicato Solidariedade.

A Justiça polonesa acusou Wojciech Jaruzelski de diversos crimes e o processou várias vezes, em particular por impor a lei marcial, embora nunca tenha sido condenado.

EFE   

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade