PUBLICIDADE

Morre o ex-presidente haitiano Jean-Claude Duvalier

4 out 2014 14h23
| atualizado às 14h51
ver comentários
Publicidade
<p>Jean-Claude Duvalier, tamb&eacute;m conhecido como Baby Doc</p>
Jean-Claude Duvalier, também conhecido como Baby Doc
Foto: AP

O ex-presidente haitiano Jean-Claude "Baby Doc" Duvalier, que governou a nação caribenha de 1971 até 1986, morreu neste sábado vitima de um ataque cardíaco. A morte do político, que retornou ao Haiti em 2011 depois de 25 anos no exílio, foi anunciada pela ministra da Saúde Florence Guillaume Duperval.

"A família nos ligou esta manhã para que enviássemos um helicóptero-ambulância depois de seu mal-estar cardíaco. Não tivemos tempos de transportá-lo, tentamos ajudar no local e constatamos o falecimento", declarou ela.

Apelidado "Baby Doc", Duvalier herdou em 1971, aos 19 anos, o poder de seu pai, o ditador François Duvalier, e foi derrubado do poder em 1986 durante uma revolta popular.

O ex-ditador voltou inesperadamente ao Haiti em 2011, depois de ter passado 25 anos no exílio na França. Na ocasião, assegurou que voltava para casa para "ajudar o povo haitiano". No entanto, foram feitas muitas denúncias contra ele por prisões ilegais, torturas e exílio forçado de adversários, assim como malversação de fundos durante seu regime.

Depois de negar várias vezes comparecer à Justiça, Duvalier se presentou pela primeira vez em fevereiro de 2013. Novas investigações foram ordenadas em fevereiro passado sobre crimes contra a humanidade atribuídos a ele.

Jean-Claude Duvalier, cujos advogados sempre destacaram sua frágil saúde, vivia retirado da vida pública em um luxuoso bairro de Porto Príncipe.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
Publicidade
Publicidade