2 eventos ao vivo

Martelly é confirmado como vencedor das eleições no Haiti

21 abr 2011
08h55
atualizado às 09h38

Michel Martelly, um cantor popular dublê de político, foi confirmado nesta quinta-feira como vencedor do segundo turno das presidenciais de 20 de março no Haiti, confirmou o Conselho Nacional Eleitoral.

Michel Martelly foi confirmado como vencedor das eleições presidenciais do Haiti na quarta-feira
Michel Martelly foi confirmado como vencedor das eleições presidenciais do Haiti na quarta-feira
Foto: AP

Segundo o porta-voz do CEP, Pierre-Thibault Junior, "ele conseguiu 716.986 votos (67.57%)" e deverá assumir as funções no dia 14 de maio.

O novo presidente do Haiti considera que a reconstrução de seu país é de uma "lentidão desesperadora", mas não possuirá maioria no Parlamento, pelo que não terá margem de manobra para realizar a mudança radical prometida.

O cantor, conhecido no passado por seu comportamento explosivo nos palcos, não estará em Porto Príncipe para celebrar a vitória com seus partidários.

Dada a importância das relações do Haiti com os Estados Unidos, Martelly deixou a ilha na terça-feira, antes da proclamação dos resultados definitivos, para realizar uma visita de três dias a Washington.

Martelly conta apenas com três deputados de seu partido no Parlamento. Já o partido Inité, do atual presidente René Preval, foi o único a obter uma leve maioria na Câmara baixa, com cerca de 34 deputados de 99, segundo o líder do partido, o senador Joseph Lambert.

O Inité atualmente negocia com outros grupos políticos para formar uma coalizão majoritária no Parlamento, acrescentou Lambert. Pelo fato de o primeiro-ministro e o gabinete político do novo presidente haitiano terem de ser aprovados pelo Parlamento, o mais provável é que o governo de Martelly, chamado de "Tet Kalé" (cabeça calva), seja fortemente influenciado pelo Inité.

No Senado, o panorama é semelhante: dos 30 senadores da Câmara alta, 16 são do partido de Préval, segundo Lambert. Martelly, 50 anos, que não tem experiência política, tem se esforçado para mostrar que vai fazer tudo para cumprir suas promessas de mudança.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 

compartilhe

publicidade
publicidade