3 eventos ao vivo

Manifestação causa morte de dois militares na Tunísia

25 dez 2010
19h19
atualizado às 19h44
  • separator

Uma revolta na cidade de Bouzayane, 280 km ao sul de Túnis, causou neste sábado a morte de dois militares da guarda municipal da capital tunisiana, informaram fontes locais.

As duas vítimas se encontravam em coma, após terem sido feridas na sexta-feira no ataque à sua base por um grupo de manifestantes. Com estes dois mortos, sobe para quatro o número de vítimas dos violentos confrontos entre manifestantes e forças de segurança, iniciados no último dia 17 na região de Sidi Bouzid.

Os distúrbios haviam começado depois que um jovem de 26 anos, identificado como Mohammed Bouazizi, se suicidasse em sinal de protesto contra o que ele considerava abusos administrativos. Bouazizi, que estava desempregado, sofreu queimaduras graves, e sua ação desencadeou um protesto popular.

Além dos dois membros da guarda nacional, um jovem de 24 anos morreu ao tentar escalar um poste elétrico. Ao longo da semana, incidentes violentos ocorreram em El Guep, Meknassi e Bouzayane, todos eles situados na região de Sidi Bouzid.

Centenas de jovens manifestantes jogaram coquetéis molotov em veículos policiais. Segundo as últimas informações procedentes da região, todos os acessos por estrada à área foram bloqueados por forças militares.

Veja também:

Último debate entre Trump e Biden tem tom mais ameno, mas com troca de acusações; veja destaques
EFE   
publicidade