0

Irã e Venezuela construirão refinaria conjunta na Síria

21 out 2010
06h44
atualizado às 07h10

Irã e Venezuela assinaram um acordo para a construção conjunta de uma refinaria de petróleo na Síria, país aonde o líder venezuelano, Hugo Chávez, viajou nesta quarta-feira após dois dias de visita oficial a Teerã.

O pacto foi assinado pelos ministros de Energia e Petróleo da Venezuela, Rafael Ramírez, e do Irã, Massoud Mir-Kazemi, ao término de uma reunião que contou com outros dez acordos de cooperação bilateral, vários deles no setor energético.

Entre eles, destaca-se um memorando de entendimento entre as respectivas petrolíferas estatais, PDVSA (Venezuela) e Petropars (Irã), para desenvolver projetos conjuntos de petróleo e gás.

Também foi firmado um acordo entre a PDV Marina de Venezuela e a Companhia Marítima Nacional do Irã para criar uma sociedade de transporte marítimo de petróleo, que permitirá a Caracas vender mais de 500 mil barris de petróleo na Europa e na Ásia.

Além disso, o Irã se comprometeu a construir 50 mil casas na Venezuela para atenuar o problema de moradia no país sul-americano.

Chávez concluiu nesta quarta-feira uma visita oficial de dois dias a Teerã, na qual fortaleceu a cooperação econômica, particularmente no setor energético, afetado pelas sanções internacionais em vigor contra a República Islâmica.

Esta foi terceira visita do líder venezuelano ao Irã no último ano e meio, e a nona desde que chegou ao poder.

Com a ascensão do presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, à chefia do Governo iraniano em 2005, essa relação se estreitou, tanto ideologicamente quanto no setor econômico, situando o intercâmbio comercial em cerca de US$ 5 bilhões.

EFE   

compartilhe

publicidade
publicidade