inclusão de arquivo javascript

 
 

Jornal iraniano faz concurso de charges do Holocausto

06 de fevereiro de 2006 17h53 atualizado às 18h26

Manifestações contra charges foram registradas em vários países nesta segunda. Foto: AP

Manifestações contra charges foram registradas em vários países nesta segunda
Foto: AP

O mais importante diário iraniano, o Hamshahri, anunciou nesta segunda-feira que convocou um concurso de caricaturas sobre o Holocausto, em resposta às charges publicadas por jornais europeus do profeta Maomé, o que vem motivando uma onda de violência no mundo árabe e muçulmano.

  • Veja fotos dos protestos de hoje
  • Veja fotos das charges
  • Ministro libanês renuncia após protestos
  • Líderes mundiais pedem calma em caso de charges
  • Bombas são jogadas na embaixada dinamarquesa no Irã

    "Este será um concurso internacional de caricaturas sobre o Holocausto", afirmou Farid Mortazavi, o diretor do jornal, publicado pela prefeitura de Teerã.

    Segundo Farid, esta iniciativa é uma resposta aos jornais europeus, que afirmam que as caricaturas de Maomé - com representação proibida pela religião muçulmana - foram publicadas em nome da liberdade de expressão.

    "Os diários ocidentais publicaram estes desenhos sacrílegos sob pretexto da liberdade de expressão. Vejamos se assumem o que dizem e publicam também os desenhos do Holocausto", frisou. Segundo o jornal iraniano, os 12 ganhadores do concurso serão premiados com moedas de ouro.

  • AFP
    AFP - Todos os direitos de reprodução e representação reservados. Clique aqui para limitações e restrições ao uso.