inclusão de arquivo javascript

 
 

Muçulmanos prestam queixa contra TV que exibiu filme de Van Gogh

04 de dezembro de 2004 12h31

A Sociedade da Religião Islâmica denunciou o canal de televisão TV2 por racismo após a exibição do filme "Submissão", do diretor de cinema holandês Teo van Gogh, assassinado recentemente por um muçulmano radical.

O presidente da comissão de imprensa da organização islâmica dinamarquesa, Kasem Said Ahmad, prestou queixa numa delegacia de Copenhague, que comunicará o fato ao distrito policial de Odense, encarregado de decidir sobre a formalização da denúncia.

Se a polícia não aceitar a denúncia, a associação poderá apelar para a Procuradoria do Estado, possibilidade que já foi descartada por Ahmad.

"Se a polícia acha que não é relevante formalizar uma acusação, consideraremos o caso fechado. Queremos enviar uma mensagem política aos muçulmanos da Dinamarca de que este é o caminho a ser tomado com estas coisas e aos dinamarqueses de que não desejamos que nossa religião seja ridicularizada assim", disse Ahmad à "Politiken".

EFE
EFE - Agência EFE - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da Agência EFE S/A.