inclusão de arquivo javascript

 
 

Atentados terroristas de 11 de setembro completam 8 anos

11 de setembro de 2009 08h55

Fumaça sai de torre do World Trade Center atingida por aeronave, em 11 de setembro de 2001, em Nova York. Foto: AP

Fumaça sai de torre do World Trade Center atingida por aeronave, em 11 de setembro de 2001, em Nova York
Foto: AP

Há oito anos, o mundo parou quando 19 membros da Al-Qaeda assumiram o controle de quatro aviões e provocaram uma série de atentados nos Estados Unidos, com saldo de aproximadamente 3 mil mortos. Menos de dois meses depois, George W. Bush e seus aliados decidiram invadir o Afeganistão e, em 2003, o Iraque, no que o então presidente chamou de "guerra contra o terrorismo".

Na manhã do dia 11 de setembro de 2001, emissoras de TV do mundo inteiro suspenderam suas programações para transmitir ao vivo o desespero de milhares de americanos. Duas das aeronaves sequestradas colidiram contra as torres do World Trade Center, em Manhattan, Nova York, local que acabou por se tornar símbolo dos ataques e reunir homenagens às vítimas.

Um terceiro avião colidiu contra o Pentágono, sede do Departamento de Defesa dos EUA, em Washington, e a quarta aeronave foi encontrada em Shanksville, na Pensilvânia. Há duas versões para o que teria acontecido com este último avião. Segundo a primeira, os passageiros teriam entrando em confronto com os terroristas provocando a queda da aeronave. Já a segunda diz que o avião teria sido abatido antes de atingir o Capitólio.

No ano passado, Bush inaugurou no Pentágono o primeiro grande memorial às vítimas dos atentados de 11 de setembro de 2001. A construção de outro memorial, no local onde ficavam as Torres Gêmeas, pode não ser concluída até o 10º aniversário dos atentados. A reconstrução dos arranha-céus está paralisada, especialmente após a crise econômica que atingiu o mundo inteiro no ano passado, e é alvo de inúmeras críticas.

Ano após ano, as autoridades de Nova York prometem reconstruir o Marco Zero. Na sua forma mais ambiciosa, o projeto incluía cinco arranha-céus, um memorial e um terminal de transporte ferroviário. Entretanto, as estruturas visíveis hoje são mínimas.

De acordo com uma pesquisa divulgada na semana passada pela Universidade Quinnipiac, em Nova York, dois em cada três nova-iorquinos acreditam que nem o memorial estará pronto para o décimo aniversário dos ataques, em 2011.

Obama anunciou que pretende fazer do aniversário dos ataques o primeiro dia de Celebração Nacional de Homenagens e Lembranças ao episódio. Em 2011, a expectativa é transformar o evento no maior dia de homenagens da história dos EUA.

Por enquanto, quem visita a cidade e busca uma lembrança, ou quer saber mais sobre o que será feito do local onde milhares de vidas foram perdidas vai encontrar o centro de visitação do National September 11 Memorial & Museum, a poucos metros do Marco Zero de Manhattan, próximo ao local onde ficavam as torres gêmeas do World Trade Center.

No local, além de ver maquetes, desenhos, filmes e imagens sobre o projeto e o progresso das obras do novo museu, os visitantes também podem contribuir dando seu testemunho sobre onde estavam e como tomaram conhecimento dos ataques terroristas.

Invasões
Menos de dois meses após os atentados, os EUA e seus aliados invadiram o Afeganistão para derrubar o regime do grupo radical islâmico talibã, aliado da Al-Qaeda, e capturar seu líder, Osama Bin Laden. Em 2003, sob o pretexto da "guerra contra o terror", os EUA invadiram também o Iraque.

Bush, afirmava que o ex-ditador Saddam Hussein mantinha "armas de destruição em massa" e, assim, concentrou as ações americanas no país. As supostas armas de destruição em massa, no entanto, nunca foram encontradas.

Oito anos depois, Bin Laden permanece foragido e, segundo afirmam inúmeros analistas, os EUA perderam de vista os objetivos inicias que motivaram as invasões. Depois de assumir a presidência americana, no início deste ano, Barack Obama iniciou o processo de retirada das tropas americanas do Iraque, mas está ampliando as forças no Afeganistão e insiste em receber mais ajuda internacional para controlar a violência e reconstruir o país.

Redação Terra
  1. Aeronave segue para uma das torres do World Trade Center  Foto: AP

    Aeronave segue para uma das torres do World Trade Center

    Foto: AP

  2. Fumaça sai de torre do World Trade Center atingida por aeronave, em 11 de setembro de 2001, em Nova York  Foto: AP

    Fumaça sai de torre do World Trade Center atingida por aeronave, em 11 de setembro de 2001, em Nova York

    Foto: AP

  3. Explosão acontece quando segundo avião se choca contra o prédio  Foto: AP

    Explosão acontece quando segundo avião se choca contra o prédio

    Foto: AP

  4. Destroços da explosão caem após choque da segunda aeronave contra o prédio  Foto: AP

    Destroços da explosão caem após choque da segunda aeronave contra o prédio

    Foto: AP

  5. Imagem mostra queda de uma pessoa que pulou da torre norte do World Trade Center  Foto: AP

    Imagem mostra queda de uma pessoa que pulou da torre norte do World Trade Center

    Foto: AP

  6. Homens correm de fumaça e destroços causados pela queda da construção  Foto: AP

    Homens correm de fumaça e destroços causados pela queda da construção

    Foto: AP

  7. Dezenas de pessoas observam enquanto as torres do edifício caem  Foto: AP

    Dezenas de pessoas observam enquanto as torres do edifício caem

    Foto: AP

  8. Membros da equipe de resgate removem homem que estava dentro de uma das torres do World Trade Center  Foto: Reuters

    Membros da equipe de resgate removem homem que estava dentro de uma das torres do World Trade Center

    Reuters
    Foto: Reuters

  9. Bombeiros e equipes de resgate fazem buscas na área do edifício, no dia seguinte aos ataques  Foto: AP

    Bombeiros e equipes de resgate fazem buscas na área do edifício, no dia seguinte aos ataques

    Foto: AP

  10. Bombeiros de Nova York erguem bandeira dos Estados Unidos dos destroços da construção  Foto: AP

    Bombeiros de Nova York erguem bandeira dos Estados Unidos dos destroços da construção

    Foto: AP

  11. Membros da equipe de resgate caminham em frente aos destroços da base do World Trade Center  Foto: AFP

    Membros da equipe de resgate caminham em frente aos destroços da base do World Trade Center

    AFP
    Foto: AFP

  12. Caminhão da Coca-Cola coberto de fuligem é fotografado no local da queda das torres  Foto: AP

    Caminhão da Coca-Cola coberto de fuligem é fotografado no local da queda das torres

    Foto: AP

  13. Governador de Nova York na época, George Pataki (esq.), prefeito Rudolph Giuliani (centro) e a então senadora Hillary Clinton (dir.) visitam o local dos ataques  Foto: AFP

    Governador de Nova York na época, George Pataki (esq.), prefeito Rudolph Giuliani (centro) e a então senadora Hillary Clinton (dir.) visitam o local dos ataques

    AFP
    Foto: AFP

  14. Fumaça sai de parte destruída do Pentágono, após o prédio ser atingido por um avião  Foto: AFP

    Fumaça sai de parte destruída do Pentágono, após o prédio ser atingido por um avião

    AFP
    Foto: AFP

  15. Então presidente dos Estados Unidos, George W. Bush (centro) visita área atingida do Pentágono  Foto: AP

    Então presidente dos Estados Unidos, George W. Bush (centro) visita área atingida do Pentágono

    Foto: AP

  16. Em um hospital da Faixa de Gaza, líder palestino Yasser Arafat (dir.) doa sangue para apoiar as vítimas dos atentados nos Estados Unidos, um dia depois dos ataques  Foto: AFP

    Em um hospital da Faixa de Gaza, líder palestino Yasser Arafat (dir.) doa sangue para apoiar as vítimas dos atentados nos Estados Unidos, um dia depois dos ataques

    AFP
    Foto: AFP

  17. Rifle, capacete e botas do marinheiro Sean Patrick Tallon são exibidos em homenagem ao militar, que morreu no atentado ao World Trade Center  Foto: Getty Images

    Rifle, capacete e botas do marinheiro Sean Patrick Tallon são exibidos em homenagem ao militar, que morreu no atentado ao World Trade Center

    Getty Images
    Foto: Getty Images

  18. Em 2007, flores são colocadas em um espelho dágua para lembrar as vítimas dos ataques  Foto: Getty Images

    Em 2007, flores são colocadas em um espelho d'água para lembrar as vítimas dos ataques

    Getty Images
    Foto: Getty Images

  19. Em maio de 2009, o príncipe Harry, da Inglaterra, presta homenagem às vítimas dos atentados no local onde ficavam as torres  Foto: Getty Images

    Em maio de 2009, o príncipe Harry, da Inglaterra, presta homenagem às vítimas dos atentados no local onde ficavam as torres

    Getty Images
    Foto: Getty Images

  20. Em 2006, feixes de luz representam as torres do World Trade Center durante homenagem às vítimas dos ataques  Foto: Getty Images

    Em 2006, feixes de luz representam as torres do World Trade Center durante homenagem às vítimas dos ataques

    Getty Images
    Foto: Getty Images

/mundo/foto/0,,00.html