inclusão de arquivo javascript

 
 

Universidades e mundo globalizado precisam de Deus, diz papa

11 de julho de 2009 09h18 atualizado às 10h40

O papa Bento XVI disse neste sábado que a nova cultura que está surgindo na Europa e no mundo globalizado precisa de Deus, e assegurou que, nas universidades, é cada vez mais necessária a presença cristã, "verdadeiro motor do desenvolvimento".

O pontífice fez estas declarações diante de 1,5 mil universitários católicos de diferentes países europeus que participaram, em Roma, de um encontro estudantil promovido pelo Conselho de Conferências Episcopais Europeias (CCEE), que o papa recebeu no Vaticano.

"A nova síntese cultural que atualmente está se elaborando na Europa e no mundo globalizado precisa da contribuição de intelectuais capazes de levar de novo às salas de aula acadêmicas o discurso sobre Deus ou de conseguir que renasça esse desejo do homem de buscar Deus", disse o papa.

Bento XVI ressaltou que a vocação específica da universidade é trabalhar para o desenvolvimento, e que isso exige "qualidades morais e espirituais sempre mais elevadas, diante da amplitude e complexidade do saber que a humanidade tem a sua disposição".

O papa assegurou que, na universidade, a presença cristã é cada vez "mais necessária", já que, como em séculos passados, "a fé está chamada a oferecer seu insubstituível serviço ao conhecimento, que na sociedade contemporânea é o verdadeiro motor do desenvolvimento".

"Vocês são o futuro da Europa, estão chamados a investir seus melhores recursos, não só os intelectuais, para consolidar sua personalidade e contribuir ao bem comum", ressaltou o papa.

O pontífice, que quando jovem deu aulas na universidade alemã, pediu aos estudantes a amar a universidade, "que são centros de virtudes e serviço", e disse que a Igreja na Europa confia muito em seus generosos compromissos apostólicos, "com pleno conhecimento dos desafios e das dificuldades" existentes no âmbito universitário.

EFE
EFE - Agência EFE - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da Agência EFE S/A.