inclusão de arquivo javascript

 
 

Hackers invadem computadores do Pentágono, diz jornal

21 de abril de 2009 11h08 atualizado às 11h47

Hackers conseguiram entrar no programa mais caro de armamentos do Pentágono, o projeto do avião caça F-35, informa o Wall Street Journal nesta terça-feira.

Com base em altos funcionários e ex-funcionários do governo americano, o jornal afirma que hackers conseguiram copiar dados do programa de US$ 300 bilhões, batizado de Joint Strike Fighter, o que pode torná-lo mais vulnerável.

Invasões similiares foram registradas nos últimos meses no sistema de controle da Força Aérea americana, segundo as mesmas fontes.

O Wall Street Journal já havia revelado a invasão dos computadores utilizados para administrar o sistema de distribuição de energia elétrica e outras infraestruturas nos Estados Unidos.

Um relatório recente do Pentágono destaca que a guerra cibernética faz parte das prioridades de Pequim, e que várias invasões na rede do governo americano e de outros países "parecem proceder" da China.

AFP
AFP - Todos os direitos de reprodução e representação reservados. Clique aqui para limitações e restrições ao uso.