inclusão de arquivo javascript

 
 

Irã ordena que muçulmanos defendam palestinos

28 de dezembro de 2008 10h10 atualizado às 13h39

Manifestantes protestam contra o bombardeio israelense em frente ao Parlamento, no Cairo . Foto: Reuters

Manifestantes protestam contra o bombardeio israelense em frente ao Parlamento, no Cairo
Foto: Reuters

O líder supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei, divulgou neste domingo um decreto religioso para que muçulmanos em todo o mundo defendam os palestinos contra os ataques de Israel em Gaza, informou a televisão estatal.

» Muçulmanos protestam contra ataques
» Vídeo: Israel bombardeia Gaza
» Entenda o conflito e veja o mapa
» Mortos em bombardeios passam de 280
» ONU pede fim da violência em Gaza

"Todos os combatentes palestinos e todas as pessoas devotas do mundo islâmico estão obrigados a defender mulheres, crianças e pessoas em Gaza de todas as formas possíveis. Quem for morto nesta defesa legítima é considerado um mártir", disse Khamenei em comunicado, segundo a TV estatal.

Reuters
Reuters - Reuters Limited - todos os direitos reservados. Clique aqui para limitações e restrições ao uso.