inclusão de arquivo javascript

 
 

Jovens são mortos com 666 facadas em rito satânico

18 de setembro de 2008 16h52

Oito jovens foram detidos acusados de matar com 666 punhaladas e comer parte dos corpos de quatro adolescentes em um aparente ritual satânico na Rússia, segundo informações divulgadas ontem pelo jornal britânico Times.

» Morre acusado de canibalismo
» Escritor nega ter comido namorada
» Jovens são mortos em Chicago

Os detidos têm entre 17 e 19 anos e, ao que parece, embriagaram suas vítimas antes de matá-las a punhaladas, assar pedaços de seus corpos em uma fogueira e comer algumas partes. O grupo estava desaparecido desde junho passado.

Os jovens assassinados, que tinham entre 16 e 17 anos, pertenciam ao movimento gótico e tinham dito a seus familiares que iriam a um festival de música. O grupo teria sido atraído para uma mata próxima à casa do líder satânico Nikolai Ogolobyak, onde foram mortos.

As vítimas foram mortas em dois momentos diferentes. A polícia acredita que, primeiro, foram assassinados Olga Pukhova e Anna Gorokhova, em 28 de junho. No dia seguinte, o grupo teria matado Varya Kuzmina e seu namorado, Andrei Sorokin.

Redação Terra