inclusão de arquivo javascript

 
 

Homem morre e família o deixa em casa, de pé

11 de setembro de 2008 17h34 atualizado às 23h08

 Jovem pediu para ser mantido de pé na sala durante três dias, para que ressuscitasse . Foto: AP

Jovem pediu para ser mantido de pé na sala durante três dias, para que ressuscitasse
Foto: AP

Um jovem porto-riquenho que morreu há duas semanas teve seu último desejo atendido pela família: ser mantido de pé na sala da casa de sua mãe durante três dias, para que ressuscitasse. As informações são da agência de notícias AP e do jornal local El Nuevo Dia.

» Fotos: família deixa morto em casa

Para atender ao desejo de Angel Pantoja Medina sua família mandou que o corpo do jovem fosse embalsamado. Assim, ele permaneceu em pé, ao lado de seu caixão, na sala da casa da mãe entre os dias 15 e 18 de agosto. Usando um boné e óculos escuros, o corpo de Medina foi velado pela família ali.

O irmão, Carlos, contou ao jornal que Pantoja gostaria de ficar em pé por três dias para a própria ressurreição. "Ele queria ser feliz, em pé", disse. Sua mãe, segundo a funerária responsável pelo serviço, decidiu realizar o desejo do filho e o deixou em casa antes de enterrá-lo.

Medina foi encontrado morto na sexta-feira, dia 15 de agosto, debaixo de uma ponte na cidade de San Juan. A polícia está investigando o caso, mas nem as autoridades nem a família deram detalhes sobre as circunstâncias da morte. Na segunda-feira, dia 18, o corpo de Medina foi sepultado.

Redação Terra