inclusão de arquivo javascript

 
 

Peça teatral mostra Jesus gay seduzido por Judas

20 de janeiro de 2008 09h32 atualizado às 09h41

Líderes cristãos da Austrália protestaram contra a estréia, em Sydney, de uma peça de teatro na qual Jesus Cristo aparece como um homossexual, sendo seduzido por Judas.

O jornal Sun Herald informou hoje que a montagem estreará em fevereiro, por ocasião do festival anual de Mardi Gras, voltado para gays e lésbicas.

"Isso é um absurdo histórico (...) deliberado, malicioso e ofensivo, mas eles acham graça disso", reclamou Robert Forsyth, bispo anglicano do sul de Sydney.

Além da relação íntima que tem com Judas na dramatização, Jesus também celebra um casamento gay entre dois apóstolos. O diretor da peça, Leigh Rowney, que se diz cristão, admite que sua obra poderá ofender alguns fiéis, mas negou que queira abrir um debate religioso.

"Queria que (a peça) fosse dirigida por um cristão como eu, para dar dignidade a ela, mas, ao mesmo tempo, também apresentar algumas questões sobre o Cristianismo como sistema de fé", disse Rowney ao Sun Herald.

O autor do texto, Terrence McNally, um homossexual assumido, recebeu ameaças de morte quando a obra foi apresentada nos Estados Unidos.

EFE
EFE - Agência EFE - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da Agência EFE S/A.