inclusão de arquivo javascript

 
 

Professoras argentinas participam de orgia com motorista

18 de dezembro de 2007 16h03 atualizado às 16h22

A Argentina foi abalada por um escândalo sexual recentemente, quando se descobriu que seis professoras faziam orgias com o motorista que as transportava até a escola onde trabalham.

» Professora depõe após violar condicional
» Debra é detida por falar com adolescente
» Sexo vende, diz professora

Tudo começou a partir de uma descoberta da namorada do motorista, que percebeu que ele tinha uma série de fotos comprometedoras em seu computador. Eram imagens de relações sexuais com as seis professoras.

O caso foi descoberto pela rádio Sudamericana. As imagens retratavam as orgias que aconteciam cada vez que o motorista transportava as seis mulheres, cinco delas casadas, até a escola, que ficava no departamento de Saladas, na província de Corrientes.

A namorada do motorista, que, assim como ele, desapareceu de Saladas, também é professora e, ao ver as fotos, decidiu se vingar. Furiosa com o fato de amigas suas estarem envolvidas com seu namorado, ela enviou um e-mail com as fotos a seus conhecidos e aos maridos das mulheres para comprovar a traição.

De acordo com a imprensa argentina, o motorista desapareceu da cidade porque estava preocupado com a possível reação dos maridos das mulheres com quem havia realizado as orgias.

Terra Argentina