inclusão de arquivo javascript

 
 

Indonésia prepara lei para controlar religiões

01 de novembro de 2003 07h41

Um grupo de muçulmanos indonésios preparara um projeto de lei que advoga por estabelecer um controle sobre as religiões não islâmicas praticadas na Indonésia. A lei de Tolerância Religiosa, escrita pelo Ministério Religioso e vários grupos políticos muçulmanos, está apoiada pela autoridade islâmica do país, o Conselho Indonésio do Ulemá, e pelo intransigente Majelis Mujahedin Indonésia, que dizem que "a tolerância religiosa é algo que pode estar normalizado".

Apesar de essa lei defender a harmonia religiosa da Indonésia, muitos analistas disseram que esta é uma tentativa do Governo de legislar o islamismo na Indonésia e que causará uma divisão entre os praticantes muçulmanos. A norma especifica a restrição na construção de igrejas cristãs e um estrito escrutínio governamental sobre os grupos religiosos que se assentarem na Indonésia.

Em um dos artigos do projeto de lei especifica que só os crentes de uma religião participarão dos ritos religiosos, paralisando assim a tentativa dos grupos que pretendem converter os islâmicos em católicos. O preceito proíbe também a adoção de crianças de outras religiões.

Espera-se que a norma de Tolerância Religiosa seja debatida nos próximos dias pelo Parlamento indonésio. A Indonésia é o país com a maior comunidade islâmica do mundo, já que 90% de seus 210 milhões de habitantes são muçulmanos.

EFE
EFE - Agência EFE - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da Agência EFE S/A.