inclusão de arquivo javascript

 
 

Steve Fossett bateu mais de 100 recordes mundiais

04 de setembro de 2007 15h42 atualizado às 16h08

O aventureiro americano Steve Fossett, 63 anos, desaparecido desde a noite de segunda-feira, bateu mais de 100 recordes mundiais para ir cada vez mais rápido e mais longe.

» Avião com Steve Fosset desaparece

Em 2006, em seu último recorde de aviação, ele percorreu cerca de 42 mil km em volta do mundo, sozinho e sem escala, a bordo de seu avião Virgin Atlantic/Global Flyer. Em 2005, o bilionário americano já havia efetuado sua primeira volta da Terra a bordo do mesmo avião ultraleve, percorrendo então, sozinho, 36.898 km.

Ele havia avisado que não pretendia parar por ali e que tinha outros projetos, sobre os quais não deu detalhes. "Não tenho motivo para parar", havia explicado Fossett antes de sua façanha de março de 2005. "Porém, à medida que ficar mais velho, farei outras coisas. Quando fizer 90 anos, talvez, enviarei um avião pilotado por controle remoto para dar a volta do mundo", havia declarado o aventureiro.

Steve Fossett estabeleceu mais de 100 recordes mundiais oficiais em cinco disciplinas esportivas, 60 dos quais ainda estão válidos. "Tento estabelecer esses recordes pela satisfação de alcançá-los. Sinto o prazer de ter ido mais rápido ou mais longe que qualquer outra pessoa antes de mim", costumava dizer Fossett.

Em 2002, ele se tornou o primeiro homem a dar, sozinho, a volta ao mundo em um balão. Dois anos depois, ele bateu, a bordo de seu catamarã Cheyenne, o recorde da volta ao mundo de vela sem escala.

Nascido em 22 de abril de 1944, ele também escalou os mais altos picos do planeta, com exceção do Everest (duas tentativas que fracassaram). Em 1985, Fossett atravessou nadando o Canal da Mancha em 22 horas, e percorreu uma longa distância de trenó no Pólo Norte. Ele também participou duas vezes da corrida das 24 horas de Le Mans.

Steve Fossett conheceu fracassos que poderiam ter provocado sua morte. Em 1998, seu balão caiu de uma altura de 8,8 mil m, a 750 m por minuto, no Oceano Pacífico. Quando não tenta um novo recorde, o ex-corretor divide a vida entre o Colorado e a Califórnia. Ele possui três mansões, uma das quais foi utilizada para rodar o filme Basic Instinct (Instinto Selvagem).

AFP
AFP - Todos os direitos de reprodução e representação reservados. Clique aqui para limitações e restrições ao uso.