inclusão de arquivo javascript

 
 

Ministro japonês envolvido em escândalo se enforca

28 de maio de 2007 02h32 atualizado às 08h36

Policial japonês observa a movimentação em frente ao hospital para o qual Toshikatsu Matsuoka foi levado. Foto: Reuters

Policial japonês observa a movimentação em frente ao hospital para o qual Toshikatsu Matsuoka foi levado
Foto: Reuters

O ministro da Agricultura, Florestas e Pesca japonês, Toshikatsu Matsuoka, morreu hoje após se enforcar em um edifício residencial para parlamentares em Tóquio, informou a agência local Kyodo.

» Abe: suicídio de ministro é "lamentável"

Segundo fontes policiais, o ministro japonês, imerso em um escândalo por suposta má administração de fundos públicos, foi encontrado enforcado e encaminhado a um centro hospitalar, onde foi internado desacordado e com parada cardíaca.

A divulgação de falecimento ocorreu momentos depois da internação no hospital da capital japonesa. Toshikatsu Matsuoka, nascido em 1945, faz parte do governo do atual primeiro-ministro, Shinzo Abe, desde sua constituição, em setembro de 2006, posto que chegou após uma longa trajetória no Ministério da Agricultura.

Matsuoka compareceu na quarta-feira passada ao comitê orçamentário do Parlamento japonês por causa da polêmica gerada pela publicação do elevado orçamento de seu escritório e as denúncias por uma suposta malversação de fundos públicos.

Em seu discurso, o ministro da Agricultura assegurou que não revelaria os detalhes dos orçamentos de seu Ministério e que o tempo todo tinha agido "de acordo com a lei". Segundo a Kyodo, Matsuoka pode estar ainda envolvido em doações a seu partido de entidades com interesses nos recursos florestais.

O primeiro-ministro e o governamental Partido Liberal Democrático (PLD) foram acusados repetidamente pela oposição de "proteger" Matsuoka neste escândalo.

EFE
EFE - Agência EFE - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da Agência EFE S/A.