inclusão de arquivo javascript

 
 

Chinesa mata filha de 4 anos que não sabia contar

14 de maio de 2007 14h06 atualizado às 18h43

A polícia do sul da China prendeu uma mulher depois que ela admitiu ter matado sua filha de 4 anos porque a criança não sabia contar, de acordo com reportagens da imprensa.

» Índia: pai acha azar ter gêmeas e as mata

Investigadores levaram a mulher, identificada apenas por seu sobrenome, Du, a confessar e levaram-na sob custódia no último sábado, quatro dias depois de sua filha ter sido morta e seu corpo encontrado no lixo em uma cidade próxima, disseram o Pequim News e o Southern Metropolis Daily.

Inicialmente, Du disse à polícia que sua filha, Wang Mengyu, que viveu com os avós até o último mês, havia desaparecida enquanto faziam compras em Huizhou, na populosa província de Guangdong. O marido dela havia oferecido uma recompensa de 50 mil iuans (US$ 6,4 mil) por informações que levassem à prisão do assassino.

Du contou à polícia que bateu em sua filha até ela ficar inconsciente porque a criança não sabia contar de um a cem e que ela tentou ressuscitar a menina, disseram os jornais.

A mulher depois sufocou sua filha até a morte porque ficou preocupada com as contas exorbitantes do hospital e porque seu marido ficaria bravo com ela, acrescentaram os jornais.

Reuters
Reuters - Reuters Limited - todos os direitos reservados. Clique aqui para limitações e restrições ao uso.