inclusão de arquivo javascript

 
 

Espanha: usina pioneira de energia solar será expandida

03 de maio de 2007 09h46

Espelhos de usina de energia solar em Sevilha. Foto: BBC Brasil

Espelhos de usina de energia solar em Sevilha
Foto: BBC Brasil

A usina de energia solar com painéis gigantescos nos arredores de Sevilha, no sul da Espanha, deve ser expandida, por causa do sucesso de seu processo pioneiro de geração de eletricidade. O administrador desta usina, a primeira do tipo que opera comercialmente na Europa, a empresa Solucar, diz que gera 11 megawatts de eletricidade sem emitir nenhum gás causador do efeito estufa.

Ela funciona direcionando a luz do sol para uma torre da altura de um prédio de 40 andares. O sol é refletido de 600 chapas de metal que funcionam como espelhos. Eles têm 120 metros quadrados cada um. No topo da torre fica uma rede de canos com água, que é aquecida. O vapor gerado move turbinas, como em uma usina comum de eletricidade.

Com a expansão da usina, colocando-se centenas de outros espelhos em uma área próxima, os proprietários das instalações pretendem, no futuro, abastecer toda a cidade de Sevilha, que possui 600 mil habitantes. O diretor da companhia geradora de energia Abengoa, Michael Geyer, que é a proprietária da usina, reconhece que a eletricidade gerada nas instalações é três vezes mais cara do que energia gerada de outras fontes.

Ele disse que neste projeto pioneiro houve um investimento de risco, mas acha que dentro de cinco anos o custo desta tecnologia deve baixar.

BBC Brasil
BBC Brasil - BBC BRASIL.com - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da BBC BRASIL.com.