inclusão de arquivo javascript

 
 

Onda de calor na Europa matou até 20 mil idosos

27 de agosto de 2003 19h19 atualizado às 19h53

Entre 15 mil e 20 mil pessoas, quase todas idosas, morreram na Europa, mais da metade na França, durante a onda de calor registrada na primeira quinzena de agosto. Na França, onde uma viva polêmica opôs o governo e a oposição em torno da gestão dos efeitos dessa onda de calor, 10 mil pessoas idosas morreram, muitas delas em Paris, segundo cifras das funerárias.

O governo anunciou que as cifras "definitivas" das vítimas do calor serão conhecidas "daqui a alguns dias". A opinião pública se mostrou especialmente comovida com o fato de que várias centenas de corpos não foram reclamados, sintoma da indiferença de uma parte da sociedade francesa para com seus idosos.

Só Portugal viveu uma tragédia de dimensões semelhantes à França. Foram registradas 1.316 mortes por causa do calor mais do que em 2002, em um país que conta com dez milhões de habitantes, isto é, uma população seis vezes menor do que a da França. As pessoas de idade foram as mais afetadas: 763 das vítimas tinham mais de 75 anos enquanto 233 tinham entre 64 e 74 anos.

Na Espanha, o último balanço oficial do ministério da saúde data de 20 de agosto. Não foi atualizado e registra até agora as mortes em 100 para toda a Espanha. Este balanço foi feito com os dados comunicados pelos serviços de saúde das 17 regiões autônomas espanholas. Os serviços de saúde andaluz, catalão e navarro comunicaram novos falecimentos (2 na Andaluzia, 1 em Navarra e 4 na Catalunha), aumentando assim o número de vítimas a 107.

O ministério espanhol encarregou ao Instituto Público Carlos III um estudo epidemiológico para avaliar com mais eficácia quantas mortes ocorreram direta ou indiretamente por causa da onda de calor.

Paralelamente às cifras oficiais, uma Associação de Defesa dos Pacientes (Adepa), especializada em perseguir judicialmente os erros médicos, estimou a 20 de agosto que 2 mil pessoas morreram essencialmente por patologias que se agravaram por causa do calor, segundo fontes médicas não-identificadas.

Na Grã-Bretanha, onde a 10 de agosto foi batido o recorde histórico de calor, o número de mortos suplementares em relação à média habitual é de 907, isto é, um balanço muito menos elevado do que na França e em Portugal.

Na Alemanha as agências funerárias de várias regiões não observaram um "aumento incomum da taxa de mortalidade nesse período", embora os asilos registrassem trinta mortes que podem ter sido causadas pelo calor.

Na Itália não existem cifras oficiais de vítimas relacionadas com o calor. Contudo, a imprensa italiana fala de mil mortos, após a comprovação das cifras fornecidas pelos serviços de urgência.

AFP
AFP - Todos os direitos de reprodução e representação reservados. Clique aqui para limitações e restrições ao uso.
  1. Pessoas se banham nas fontes do Trocadero, em Paris, devido à onda de calor que aterrorizou a Europa em 2003  Foto: AP

    Pessoas se banham nas fontes do Trocadero, em Paris, devido à onda de calor que aterrorizou a Europa em 2003

    Foto: AP

  2. O fazendeiro Hansruedi Sigrist, de Giswil, trabalha usando um chapéu improvisado. As temperaturas na Suíça ultrapassaram os 37°C  Foto: AP

    O fazendeiro Hansruedi Sigrist, de Giswil, trabalha usando um chapéu improvisado. As temperaturas na Suíça ultrapassaram os 37°C

    Foto: AP

  3. Cavalo ganha água direto da garrafa enquanto grupo de turistas visita o Maschio Angioino em Nápoles. A onda de calor na Europa provocou pelo menos 14,8 mil mortes em 2003  Foto: AP

    Cavalo ganha água direto da garrafa enquanto grupo de turistas visita o Maschio Angioino em Nápoles. A onda de calor na Europa provocou pelo menos 14,8 mil mortes em 2003

    Foto: AP

  4. A menina Hannah se refresca em um chafariz em campo de futebol em Hamburgo  Foto: Reuters

    A menina Hannah se refresca em um chafariz em campo de futebol em Hamburgo

    Reuters
    Foto: Reuters

  5. Gabi Worni e sua filha Vivien mergulham o pé na neve no restaurante Staedeli Alp em Fluehli. O dono do estabelecimento comprou 8 toneladas de neve e gelo para refrescar os clientes  Foto: AP

    Gabi Worni e sua filha Vivien mergulham o pé na neve no restaurante Staedeli Alp em Fluehli. O dono do estabelecimento comprou 8 toneladas de neve e gelo para refrescar os clientes

    Foto: AP

  6. Menino joga bola em uma fonte em Frankfurt  Foto: AP

    Menino joga bola em uma fonte em Frankfurt

    Foto: AP

  7. Casal aproveita a fonte de um parque central em Londres para se refrescar, no dia em que a temperatura atingiu um novo recorde no país: 37,7 graus Celsius.  Foto: Reuters

    Casal aproveita a fonte de um parque central em Londres para se refrescar, no dia em que a temperatura atingiu um novo recorde no país: 37,7 graus Celsius.

    Reuters
    Foto: Reuters

  8. Vacas deixam o pasto para beber água e descansar na margem do rio Waal nos arredores de Herwijnen  Foto: AP

    Vacas deixam o pasto para beber água e descansar na margem do rio Waal nos arredores de Herwijnen

    Foto: AP

  9. Pessoas tomam banho em Nice, no sul da França  Foto: AP

    Pessoas tomam banho em Nice, no sul da França

    Foto: AP

  10. Pessoas se rendem ao calor e entram em lago artificial em Nice, durante um dia de temperaturas beirando os 37º  Foto: AP

    Pessoas se rendem ao calor e entram em lago artificial em Nice, durante um dia de temperaturas beirando os 37º

    Foto: AP

  11. Casal se refresca em uma fonte em Valência. A temperatura na penínsila ibérica está alcançando os 40ºC  Foto: AP

    Casal se refresca em uma fonte em Valência. A temperatura na penínsila ibérica está alcançando os 40ºC

    Foto: AP

  12. Pessoas se refrescam sob respingos no rio Sena, em Paris. A temperatura em Paris tem alcançado os 40º  Foto: AP

    Pessoas se refrescam sob respingos no rio Sena, em Paris. A temperatura em Paris tem alcançado os 40º

    Foto: AP

  13. Menino bebe água de uma das fontes do Obelisco, em Roma. Mais de 14 mil pessoas morreram devido às altas temperaturas registradas na Europa  Foto: AP

    Menino bebe água de uma das fontes do Obelisco, em Roma. Mais de 14 mil pessoas morreram devido às altas temperaturas registradas na Europa

    Foto: AP

  14. Meninas bebem água na beira do Rio Sena, em Paris  Foto: AP

    Meninas bebem água na beira do Rio Sena, em Paris

    Foto: AP

  15. Katharina (D), de 72 anos,  usando um maiô de 1910, Erich (C), de 80 anos, e  Gerharda, de 71, desfrutam um banho em um velho barril no pátio do museu da farmácia em Basel. O local oferece um banho medieval na hora do lanche enquanto as temperaturas na Suíça têm aumentado a cada dia  Foto: AP

    Katharina (D), de 72 anos, usando um maiô de 1910, Erich (C), de 80 anos, e Gerharda, de 71, desfrutam um banho em um velho barril no pátio do museu da farmácia em Basel. O local oferece um banho medieval na hora do lanche enquanto as temperaturas na Suíça têm aumentado a cada dia

    Foto: AP

  16. Crianças se divertem em fonte do Peoples Square em Xangay. A China está enfrentando a pior onda de calor dos últimos 50 anos  Foto: AP

    Crianças se divertem em fonte do People's Square em Xangay. A China está enfrentando a pior onda de calor dos últimos 50 anos

    Foto: AP

  17. Ingleses lotam praia da costa sul. Temperaturas atingem 38 graus Celsius no país.  Foto: AP

    Ingleses lotam praia da costa sul. Temperaturas atingem 38 graus Celsius no país.

    Foto: AP

  18. Jovens pulam de píer em Brighton, no sul da Inglaterra. As altas temperaturas registradas no verão europeu estão causando mortes e incêndios por todo continente  Foto: Reuters

    Jovens pulam de píer em Brighton, no sul da Inglaterra. As altas temperaturas registradas no verão europeu estão causando mortes e incêndios por todo continente

    Reuters
    Foto: Reuters

  19. Espanhol tenta fugir das altas temperaturas próximo a um chafariz em Bilbao. Com os termôteros marcando cerca de 38°C, as pessoas não sabem mais como se refrescar  Foto: AP

    Espanhol tenta fugir das altas temperaturas próximo a um chafariz em Bilbao. Com os termôteros marcando cerca de 38°C, as pessoas não sabem mais como se refrescar

    Foto: AP

  20. Yannick Nothof, de 4 anos de idade,  se rende ao calor e toma banho em uma praça em Hanover. Os meteorologistas acreditam que o calor continue nos próximos dias no país  Foto: AP

    Yannick Nothof, de 4 anos de idade, se rende ao calor e toma banho em uma praça em Hanover. Os meteorologistas acreditam que o calor continue nos próximos dias no país

    Foto: AP

  21. Garota se refresca em fonte pública em Berlim.  As temperaturas estão cada vez mais altas no verão alemão, beirando os 36°C  Foto: Reuters

    Garota se refresca em fonte pública em Berlim. As temperaturas estão cada vez mais altas no verão alemão, beirando os 36°C

    Reuters
    Foto: Reuters

/foto/0,,00.html