inclusão de arquivo javascript

 
 

Pastor mata criança em cerimônia de exorcismo

26 de agosto de 2003 23h41

O pastor norte-americano Ray Hemphill foi indiciado hoje pela morte de um menino autista de oito anos durante uma cerimônia para livrar a criança do demônio. A informação foi dada hoje pela promotoria de Milwakee, nos Estado Unidos.

De acordo com o escritório do promotor do condado de Milwakee, o pastor Hemphill, que está preso, corre o risco de pegar 10 anos de prisão se for considerado culpado. Hemphill, de 45 anos, sufocou o menino autista durante uma sessão de exorcismo em sua igreja no noroeste de Milwakee, na sexta-feira passada.

Segundo a investigação, Pat Cooper levou o filho para a igreja, como sempre fazia, e o menino foi colocado no chão, onde várias mulheres seguraram seus braços e pernas, enquanto o pastor se ajoelhava sobre o peito de Terrance Cottrell. O pastor ficou sobre o menino durante quase uma hora e quando se levantou, todos perceberam que Terrance estava morto.

O médico legista concluiu que o peso do pastor sobre o peito de Terrance impediu o menino de respirar e o matou.

AFP
AFP - Todos os direitos de reprodução e representação reservados. Clique aqui para limitações e restrições ao uso.