Mundo

publicidade
25 de dezembro de 2012 • 10h55 • atualizado às 12h01

Filipinas: moradores atacam bombeiros após incêndio matar 8

O incêndio ainda está sendo investigado pela polícia
Foto: AP

Um incêndio em uma favela das Filipinas desencadeou uma série de confrontos violentos entre os moradores e os bombeiros. Segundo as autoridades do país, os moradores da favela San Juan City, a leste da capital Manila, se revoltaram devido à demora dos serviços de emergência. Durante o confronto, uma pessoa foi espancada até a morte depois de, aparentemente, ter sido confundida com um bombeiro.

O fogo destruiu grande parte da favela e mais de mil pessoas ficaram sem casa. Segundo o site de notícias filipino GMA, alguns dos moradores ameaçaram os bombeiros com armas e atiraram pedras contra os caminhões.

"Nossos caminhões tiveram dificuldades para entrar nas ruas estreitas, que estavam bloqueadas por carros estacionados e carroças", disse o chefe dos bombeiros Santiago Laguna. "Os bombeiros tiveram que arrastar as mangueiras pelos becos, onde eles foram atacados."

"(Os moradores) começaram a tirar as mangueiras de nossos bombeiros, que não podiam fazer nada, pois temiam pela própria segurança", acrescentou. Manila também teve outros incêndios em outros bairros durante a noite. No total, oito pessoas morreram. Sete dos mortos seriam de uma mesma família, que não conseguiu sair de dentro do apartamento em um prédio no norte da cidade.

Milhões de pessoas vivem em favelas em volta de Manila. Os locais são lotados e as construções são precárias, deixando esta população vulnerável a incêndios e desastres naturais.

 

BBCBrasil.com BBC BRASIL.com - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da BBC BRASIL.com.