0

Evo Morales: Bolívia não reconhece governo paraguaio

LA PAZ, Bolívia, 22 Jun 2012 (AFP) -O presidente da Bolívia, Evo Morales, afirmou nesta sexta-feira que não reconhece o novo presidente do Paraguai, Federico Franco, e condenou o "golpe parlamentar" contra Fernando Lugo, informou a agência estatal ABI.

A Bolívia "não reconhece um governo que não saia das urnas e do mandato do povo", disse Morales, destacando que Lugo "estava acabando com os privilégios, com os caudilhos e com os grupos de poder" no Paraguai, e "isto sempre tem um custo".

Segundo Morales, "o golpe parlamentar" no Paraguai foi "produto de uma ação política coordenada pelos neoliberais em conluio com os caudilhos locais e o Império (Estados Unidos) a distância".

"O julgamento montado contra Lugo no Senado paraguaio foi uma ação do imperialismo e da direita internacional", afirmou Morales.

Lugo, acusado "de mau desempenho de suas funções, negligência e irresponsabilidade" após a morte de 11 trabalhadores sem-terra e de 6 policiais em um confronto armado na sexta-feira passada, durante a desocupação de uma fazenda, foi destituído ao final de um processo parlamentar sumário, que durou pouco mais de 24 horas.

jac/lr

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 

compartilhe

publicidade
publicidade