0

William, Kate e príncipe George se mudarão para casa no campo

29 jul 2013
14h40
atualizado às 14h45
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
O príncipe William e a mulher, Kate, saem do hospital em Londres com o filho, George Alexander Louis, o mais novo herdeiro do trono britânico
O príncipe William e a mulher, Kate, saem do hospital em Londres com o filho, George Alexander Louis, o mais novo herdeiro do trono britânico
Foto: John Stillwell / AFP

O príncipe William e sua mulher, Kate, aproveitarão os primeiros meses de vida de seu filho George Alexandre Louis em Anmer Hall, uma propriedade da família real britânica no interior da Inglaterra.

Os orgulhosos pais do príncipe de Cambridge, que estão hospedados na casa dos pais de Kate, Carole e Michael Middleton, na cidade de Bucklebury, passariam alguns meses no campo antes de voltar à sua primeira residência, o palácio de Kensington, em Londres.

A agência de notícias britânica Press Association informou nesta segunda-feira que vários "ajudantes reais" teriam recebido ordem para preparar a mansão, que fica a poucos quilômetros de Sandringham, uma das residências oficiais de Elizabeth II no condado de Norfolk, para a chegada da nova família ainda durante o verão.

Anmer Hall recebeu pela última vez membros da família real britânica entre 1972 e 1990, quando o imóvel de estilo vitoriano foi ocupado pelo príncipe Edward, duque de Kent, e sua esposa.

Os terrenos próximos à propriedade, pertencente à família real desde 1898, estão ocupados por empresas que anunciaram que a realeza está prestes a voltar. A companhia madeireira Norfolk Oak afirma em seu site que Anmer Hall "em breve acolherá a realeza mais uma vez", em clara alusão aos duques de Cambridge, publicou o site do jornal Daily Mail.

A mansão se transformaria assim na segunda residência oficial de William e Kate. O palácio de Kensington está sendo reformado para a chegada do casal e do primogênito - nascido em 22 de julho - nos próximos meses, assim que forem concluídas as obras.

O neto da rainha Elizabeth II terá mais uma semana de licença paternidade junto com o pequeno George antes de reassumir o posto de piloto de helicóptero de resgate no País de Gales, trabalho que desempenha há três anos e que será concluído em setembro.

Veja também:

Penteado "estilo quarentena" virou coisa do passado
EFE   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade