0

William, Kate e príncipe George se mudarão para casa no campo

29 jul 2013
14h40
atualizado às 14h45
  • separator
  • 0
  • comentários

O príncipe William e sua mulher, Kate, aproveitarão os primeiros meses de vida de seu filho George Alexandre Louis em Anmer Hall, uma propriedade da família real britânica no interior da Inglaterra.

O príncipe William e a mulher, Kate, saem do hospital em Londres com o filho, George Alexander Louis, o mais novo herdeiro do trono britânico
O príncipe William e a mulher, Kate, saem do hospital em Londres com o filho, George Alexander Louis, o mais novo herdeiro do trono britânico
Foto: John Stillwell / AFP

Os orgulhosos pais do príncipe de Cambridge, que estão hospedados na casa dos pais de Kate, Carole e Michael Middleton, na cidade de Bucklebury, passariam alguns meses no campo antes de voltar à sua primeira residência, o palácio de Kensington, em Londres.

A agência de notícias britânica Press Association informou nesta segunda-feira que vários "ajudantes reais" teriam recebido ordem para preparar a mansão, que fica a poucos quilômetros de Sandringham, uma das residências oficiais de Elizabeth II no condado de Norfolk, para a chegada da nova família ainda durante o verão.

Anmer Hall recebeu pela última vez membros da família real britânica entre 1972 e 1990, quando o imóvel de estilo vitoriano foi ocupado pelo príncipe Edward, duque de Kent, e sua esposa.

Os terrenos próximos à propriedade, pertencente à família real desde 1898, estão ocupados por empresas que anunciaram que a realeza está prestes a voltar. A companhia madeireira Norfolk Oak afirma em seu site que Anmer Hall "em breve acolherá a realeza mais uma vez", em clara alusão aos duques de Cambridge, publicou o site do jornal Daily Mail.

A mansão se transformaria assim na segunda residência oficial de William e Kate. O palácio de Kensington está sendo reformado para a chegada do casal e do primogênito - nascido em 22 de julho - nos próximos meses, assim que forem concluídas as obras.

O neto da rainha Elizabeth II terá mais uma semana de licença paternidade junto com o pequeno George antes de reassumir o posto de piloto de helicóptero de resgate no País de Gales, trabalho que desempenha há três anos e que será concluído em setembro.

EFE   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade