1 evento ao vivo

UE demanda apoio dos governos na luta pelos Direitos Humanos

10 dez 2010
10h09
atualizado às 11h45

A comissária da União Europeia (EU), Catherine Ashton, chamou a atenção dos governos para que lutem pelos Direitos Humanos de maneira "legítima e pacífica" na aplicação das leis, durante o Dia dos Direitos Humanos, celebrado nesta sexta-feira.

A União Europeia homenageou os defensores dos direitos humanos que, espalhados pelo mundo, dedicam sua vida para promover a proteção dos direitos recolhidos na Declaração Universal.

"Reconhecemos e apoiamos o trabalho desses indivíduos corajosos que trabalham para acabar com as violações dos direitos humanos no mundo todo", declarou Ashton em comunicado.

Neste ano, a celebração do Dia dos Direitos Humanos reconheceu o trabalho daquelas pessoas que lutam contra a discriminação, uma das prioridades da UE que na atualidade trabalha em "estreita colaboração" com ativistas da sociedade civil.

Bruxelas também comprometeu 40 milhões de euros para projetos durante o período entre 2007 e 2013.

Além disso, neste ano mais de 150 defensores dos direitos humanos em alto risco receberam apoio do IEDDH (Instrumento Europeu para a Democracia e os Direitos Humanos).

EFE   

compartilhe

publicidade