1 evento ao vivo

Ucrânia enfrenta "mercenários estrangeiros", diz presidente

Líder ucraniano concedeu a membros da recém-formada Guarda Nacional medalhas por serviço

26 jul 2014
12h37
  • separator
  • comentários

O presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko, disse neste sábado que seu país não está lutando uma guerra civil no leste e sim, enfrentando "mercenários estrangeiros", ao mesmo tempo elogiando soldados por expulsarem rebeldes pró-Rússia de diversos vilarejos e cidades.

<p>Petro Poroshenko&nbsp;disse&nbsp;que seu pa&iacute;s n&atilde;o est&aacute; lutando uma guerra civil no leste e sim, enfrentando &quot;mercen&aacute;rios estrangeiros&quot;</p>
Petro Poroshenko disse que seu país não está lutando uma guerra civil no leste e sim, enfrentando "mercenários estrangeiros"
Foto: Valentyn Ogirenko / Reuters

Em meio a conflitos em torno das fortalezas rebeldes de Donetsk e Luhansk, o líder ucraniano concedeu a membros da recém-formada Guarda Nacional medalhas por serviço.

"É uma verdadeira batalha pela soberania da Ucrânia, a integridade territorial da Ucrânia, a independência da Ucrânia", disse Poroshenko, vestido em camuflagem militar.

"Não é um conflito interno, é a Ucrânia defendendo seu território de mercenários estrangeiros, de bandidos e de terroristas", disse ele a soldados.

Kiev tem acusado Moscou de enviar rebeldes e armas ao longo de suas porosas fronteiras com a Ucrânia, acusação que a Rússia nega. Mas alguns batalhões já disseram abertamente que são compostos de voluntários de diversos países, incluindo a Rússia.

Entenda a crise na Ucrânia Entenda a crise na Ucrânia

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade