1 evento ao vivo

Secretário galego viaja para América Latina para analisar emigração

23 abr 2013
17h37

O secretário-geral de Emigração do Governo regional da Galícia, Antonio Rodríguez Miranda, inicia na quarta-feira uma viagem à Venezuela, Brasil e México para tratar de assuntos no âmbito acadêmico, social e econômico e melhorar as condições de vida dos emigrantes.

Miranda, junto à responsável regional de Trabalho, Beatriz Mato, com quem visitará o Brasil, quer conhecer "em primeira mão" as necessidades das colônias galegas nos três países, informou nesta terça-feira o Executivo galego.

O aspecto de membro-assistencial é prioritário, já que será o eixo de sete convênios para melhorar a situação da colônia galega, especialmente das maiores em condições mais precárias.

Miranda estará amanhã e quinta-feira na Venezuela, onde residem quase 45 mil galegos, 10% do total dos emigrantes da região.

Ali assinará três convênios, um com a Irmandade Galega em Valência e dois com a radicada em Caracas, além de outro para manter um "modesto, mas necessário" escritório de informação e assessoria na sede da própria Irmandade de Caracas para a diáspora galega e espanhola, acrescenta a mesma nota.

De sexta-feira a segunda-feira, visitará o Brasil, onde residem mais de 40 mil galegos e onde encontrará Beatriz Mato para impulsionar a ajuda de membro-assistencial.

Com este objetivo, serão assinados convênios com três sociedades do país: Socorros Mútuos e Beneficente Rosalia de Castro, em Santos, Recreio dos Anciãos para Asilo da Velhice Desamparada do Rio de Janeiro e Peña Galega da Casa da Espanha.

Seguidamente, na terça-feira e na quarta-feira da próxima semana, Miranda visitará o México, onde participará da celebração de 1° de maio, que o Centro Galego do México organiza e que abriga quase 11.200 galegos.

O secretário galego de Emigração visitará, além disso, a Fundação Espanha Saúde na Venezuela, a Sociedade Hispano Brasileira de Socorros Mútuos e Instrução, o Centro Espanhol e de Repatriação de Santos, a Sociedade Espanhola de Beneficência do Rio e o Clube Espanhol de Niterói, no Brasil.

Ambos, tanto Miranda como Beatriz conhecerão, além disso, as reclamações dos emigrantes e, por sua vez, transferirão a "necessidade de união" entre as entidades galegas do exterior para "criar comunidades mais fortes e que possam garantir no futuro as mesmas ou maiores prestações a seus associados".

EFE   
publicidade