1 evento ao vivo

Rússia está "decepcionada" com decisão de Obama de cancelar encontro com Putin

7 ago 2013
21h07
atualizado às 21h14
  • separator
  • 0
  • comentários

A decisão do presidente norte-americano, Barack Obama, de cancelar um encontro planejado com o colega russo, Vladimir Putin, é decepcionante, mas ele ainda é bem-vindo na Rússia, disse um importante assessor de política externa do Kremlin nesta quarta-feira.

"Estamos decepcionados com a decisão do governo norte-americano de cancelar a visita do presidente Obama a Moscou planejada para o início de setembro", disse o assessor de política externa de Putin, Yuri Ushakov, a repórteres.

"Está claro que a decisão se deve à situação em torno do ex-funcionário dos serviços especiais dos EUA Snowden, que não criamos", ele acrescentou.

Obama irá para a Rússia em setembro para uma cúpula do G20 em São Petersburgo, mas não se reunirá com Putin em Moscou antes do evento.

A Rússia concedeu asilo temporário a Edward Snowden na semana passada, rejeitando os apelos dos EUA para extraditá-lo.

Ushakov disse que a rixa sobre Snowden entre os antigos inimigos da Guerra Fria mostra que Washington não trata a Rússia como parceira igual e reiterou a postura de Moscou de que não poderia entregar o norte-americano de 30 anos porque Rússia e Estados Unidos não têm um acordo bilateral de extradição.

"Ao longo dos anos, os americanos evitaram assinar um acordo de extradição (com a Rússia) e constantemente recusaram nossos pedidos para extraditar indivíduos que cometeram crimes na Rússia, referindo-se à falta de tal acordo", ele disse.

Ele acrescentou que o convite da Rússia para Obama visitar o país ainda estava em vigor.

(Reportagem de Alexei Anishchuk)

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade