0

Rússia: comunistas protestam contra resultados de eleições

18 dez 2011
16h36
atualizado às 17h12

O Partido Comunista russo reuniu milhares de pessoas neste domingo em Moscou para protestar contra os resultados das eleições legislativas, uma mobilização modesta para esse partido que ficou em segundo lugar e que não se somou às manifestações das últimas semanas. Entre 3 mil e 5 mil pessoas, segundo estimativas da AFP e de veículos da imprensa russa, participaram dessa concentração na praça Manezhnaya, perto do Kremlin, e que contava com a autorização da prefeitura.

O Partido Comunista afirmou em sua página na web ter reunido "entre 10 mil e 20 mil pessoas", mas a polícia de Moscou indicou 3,3 mil. Os manifestantes, muitos deles de idade avançada, levantaram bandeiras vermelhas com a imagem de Lênin.

"Foram as eleições mais sujas dos últimos 20 anos", declarou o chefe do partido, Guenadi Ziuganov, designado na véspera para se apresentar às presidenciais de março. "Queremos eleições justas", "Putim, demissão!", eram algumas das inscrições nos cartazes da multidão.

O partido, que conseguiu 92 cadeiras sobre 450 na Duma (câmara baixa) nas legislativas de 4 de dezembro, denuncia fraudes, mas não se uniu aos chamados da oposição liberal, que há oito dias reuniu dezenas de milhares de manifestantes em Moscou.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 

compartilhe

publicidade
publicidade