publicidade
07 de maio de 2013 • 16h31

Arcebispo de Aparecida agradece visita do papa Francisco a santuário

 

O arcebispo de Aparecida, Raymundo Damasceno, agradeceu nesta terça-feira a decisão do papa Francisco de incluir uma visita a sua cidade, sede do maior santuário brasileiro, durante a viagem que fará ao Brasil em julho para participar da Jornada Mundial da Juventude.

"O papa Francisco nos dará o privilégio de visitar o Santuário Nacional de Aparecida. Será o terceiro pontífice a conhecer o santuário erguido em homenagem à padroeira do Brasil", disse Damasceno a jornalistas após o anúncio da agenda da primeira viagem apostólica e internacional do novo papa.

Damasceno, que é presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), lembrou que a basílica de Aparecida foi visitada pelo papa João Paulo II em 1980 e pelo papa Bento XVI em 2007.

O Santuário de Nossa Senhora Aparecida é um dos maiores e mais visitados do mundo por tratar-se da padroeira do Brasil, país com maior número de católicos no mundo.

"Será uma visita breve, mas muito intensa", acrescentou o prelado.

Segundo a agenda divulgada pelo Vaticano, o papa chegará ao Rio de Janeiro em 22 de julho e, após um dia de descanso, viajará para Aparecida nas primeiras horas da quarta-feira, dia 24 de julho, de helicóptero.

Na cidade paulista, Francisco participará de um ato de veneração da imagem de Nossa Senhora no Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida e presidirá uma missa na basílica contígua.

Após os dois atos religiosos, o papa almoçará com os bispos, os sacerdotes e os seminaristas da região antes de retornar de helicóptero ao Rio de Janeiro, onde visitará um hospital na noite dessa mesma quarta-feira.

A viagem a Aparecida não estava prevista pelos organizadores quando planejavam a visita do então papa Bento XVI, mas foi incluída na agenda pouco depois de o cardeal argentino Jorge Bergoglio ser escolhido como o novo pontífice.

"Sabemos que é um grande devoto de Nossa Senhora e quis, como seu primeiro ato no Brasil, vir ao santuário como qualquer dos peregrinos, demonstrar sua devoção e consagrar a Jornada Mundial da Juventude à virgem", assinalou o arcebispo de Aparecida.

Damasceno lembrou que Aparecida já foi visitada pelo então cardeal Bergoglio em 2007, quando a cidade foi sede da 5ª Conselho Episcopal Latino-Americano (Celam).

A Jornada Mundial da Juventude (JMJ) acontecerá entre 23 e 28 de julho.

EFE EFE - Agencia EFE - Todos os direitos reservados. Está proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da Agencia EFE S/A.