1 evento ao vivo

Polícia norueguesa encontra fertilizantes em fazenda de suspeito

23 jul 2011
13h46
atualizado às 15h22

A polícia norueguesa encontrou neste sábado a fazenda de Anders Behring Breivik, local em que ele teria planejado os atentados em Oslo e Uoyta. Na fazenda em Rauland foram encontrados cinco sacos de adubos de 600 kg, o que daria o equivalente a 3.000 kg de fertilizantes. De acordo com o jornal norueguês Aftenposten, a fazenda era alugada por Anders.

A polícia faz buscas na fazenda do suposto atirador, Anders Behring Breivik, em Asta, no leste do país
A polícia faz buscas na fazenda do suposto atirador, Anders Behring Breivik, em Asta, no leste do país
Foto: AP

"Ele deve ter planejado isso há muito tempo. Ele começou o negócio, se mudou para cá e planejou tudo. É calmo aqui", disse Sörberge, do distrito policial da Noruega. A policia chegou na fazenda ainda na sexta-feira e peritos procuram por elementos que possam revelar se Breivik Behring teve intenções de fazer explosivos, como o diesel e outros combustíveis. Eles não sabem se ele vinha praticando tiro na área.

Tragédia na Noruega
A Noruega viveu na última sexta-feira, dia 22, a maior tragédia do país desde a Segunda Guerra Mundial. Dois atentados deixaram, até o momento, um saldo de 92 mortos. Primeiro, uma bomba explodiu no centro da capital, Oslo, na região onde estão localizados vários prédios governamentais, inclusive o escritório do premiê, Jens Stoltenber. Sete pessoas morreram, mas a polícia admite possa haver corpos não resgatados nos prédios.

A segunda tragédia aconteceu em uma ilha próxima da capital, Utoya. Lá, Anders Behring Breivik, um homem de 32 anos vestido com uniforme da polícia, abriu fogo contra jovens reunidos em um acampamento de verão. Ao menos 85 morreram. A maioria pelos tiros disparados. Alguns outros morreram afogados após tentarem fugir nadando. Ele foi detido logo depois, pela polícia, e admitiu o crime. Suspeita-se que o atirador - que é ligado à extrema-direita - também tenha orquestrado o ataque em Oslo.

Fonte: Terra
publicidade