0

Papa pede que mundo proteja e garanta acesso à água a todos

No Dia Mundial da Água, Francisco disse que ninguém pode ser excluído ou discriminado pelo uso do bem

22 mar 2015
08h59
atualizado às 10h29
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O papa Francisco fez neste domingo uma chamada à comunidade internacional para que proteja a água e garanta seu acesso universal, justamente no Dia Internacional de Água, promovido pelas Nações Unidas.

Mauro Casubolo, um sem-teto de Roma, entrega um Evangelho de bolso a uma fiel na Praça de São Pedro, após a oração do Angelus conduzida pelo papa Francisco
Mauro Casubolo, um sem-teto de Roma, entrega um Evangelho de bolso a uma fiel na Praça de São Pedro, após a oração do Angelus conduzida pelo papa Francisco
Foto: Alessandra Tarantino / AP

"A água é o elemento mais essencial para a vida e de nossa capacidade de salvá-la e compartilhá-la depende o futuro da humanidade", afirmou Franscisco desde a janela do Palácio Apostólico no Vaticano.

"Encorajo, portanto, a comunidade internacional para que vigie as águas do planeta para que estejam adequadamente protegidas e que ninguém seja excluído ou discriminado do uso deste bem, que é um bem comum por excelência".

O pontífice argentino realizou estes pedidos durante seu discurso pronunciado após a reza do Angelus.

Além disso, como já fez no ano passado, o bispo de Roma presenteou, neste quinto domingo de Quaresma, com um Evangelho de bolso os milhares de fiéis que foram até a Praça de São Pedro do Vaticano para escutar suas palavras.

"Vamos repetir um gesto que já fizemos no ano passado: de acordo com a antiga tradição da Igreja, durante a Quaresma é entregue o Evangelho àqueles que se preparam para o batismo", antecipou.

Por esta razão, o máximo representante da Igreja Católica pediu a "algumas das pessoas sem lar que vivem em Roma" que distribuíssem gratuitamente entre os presentes um exemplar do Evangelho.

EFE   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade