2 eventos ao vivo

Papa fala palavrão em benção e vai parar no Youtube

O pontífice usou a palavra "cazzo" enquanto falava sobre a crise na Ucrânia e fazia um apelo para que a situação seja resolvida pacificamente

3 mar 2014
11h55
atualizado às 13h08
  • separator
  • 0
  • comentários

O Papa Francisco cometeu um deslize durante sua benção semanal no Vaticano, em Roma. O pontífice pronunciou um palavrão, com milhões de pessoas atentas às suas palavras e, logo em seguida, se corrigiu, segundo informações do jornal Daily Mail.

Papa Francisco conduz sua benção dominical na Praça São Pedro, no Vaticano, em 2 de março
Papa Francisco conduz sua benção dominical na Praça São Pedro, no Vaticano, em 2 de março
Foto: Reuters

Mas, instantes depois, a gafe foi parar em dezenas de sites italianos e o vídeo foi postado no Youtube, ganhando milhões de acessos em todo o mundo.

A palavra dita pelo Papa, em italiano, foi “cazzo” - gíria popular para o órgão sexual masculino, muito usada na Itália.

Em seu sermão, o Papa, de 77 anos, estava pedindo uma solução pacífica para a crise na Ucrânia. Falando a partir da janela de seu apartamento no Palácio Apostólico do Vaticano, ele disse: "É meu desejo que todos os cidadãos do país se esforcem para superar mal-entendidos e construir juntos o futuro da nação”.

"Eu faço um apelo urgente à comunidade internacional para apoiar todas as iniciativas em nome do diálogo e da harmonia”, acrescentou o pontífice.

"Um coração cheio de vontade de posse é um coração vazio de Deus. Para isso, Jesus muitas vezes castigou os ricos porque o risco para eles procurarem segurança na riqueza deste mundo é alto. Neste ‘cazzo’, neste caso, a providência de Deus torna-se visível como gesto de solidariedade", completou o Papa.

Apesar do deslize, o Papa se corrigiu rapidamente, enquanto a multidão que o acompanhava na Praça de São Pedro e os demais que observam seus sermões ao redor do mundo ficaram surpresos.

Na internet, o palavrão falado pelo Papa gerou centenas de comentários com muitas pessoas explicando que era um erro comum cometido por pessoas que falam italiano e espanhol e outros disseram que o acontecimento ressaltava o fato de o Papa ser um "homem do povo".

Desde que assumiu o papado no ano passado, o papa Francisco mostrou ter um “toque popular”, abdicando de luxos normais de pontífices e preferindo viver no modesto albergue para os sacerdotes do Vaticano. Seu estilo acessível o levou a ser nomeado pela revista Time como ‘Pessoa do ano’ no final de fevereiro.

Um porta-voz do Vaticano não quis comentar o deslize.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade