PUBLICIDADE

Obama alerta Rússia: invasão à Crimeia "terá custos"

28 fev 2014 19h40
| atualizado às 19h44
ver comentários
Publicidade
Homens armados não identificados bloqueiam a estrada até o aeroporto militar no porto do Mar Negro em Sevastopol, na Crimeia, em 28 de fevereiro
Homens armados não identificados bloqueiam a estrada até o aeroporto militar no porto do Mar Negro em Sevastopol, na Crimeia, em 28 de fevereiro
Foto: AP

O presidente americano, Barack Obama, disse nesta sexta-feira em entrevista coletiva que está "profundamente preocupado" com os movimentos de forças na Crimeia, na Ucrânia, e advertiu à Rússia que qualquer violação de soberania desse país será "profundamente desestabilizadora".

Em um discurso extraordinário, o líder disse que uma violação do compromisso russo de respeitar a integridade territorial ucraniana transgrediria a lei internacional.

"Haverá custos em caso de uma intervenção", declarou Obama, que falou depois que Kiev acusou a Rússia de invadir seu espaço aéreo e realizar uma invasão armada.

EFE   
Publicidade
Publicidade