0

Navio Costa Concordia afunda a 7 milímetros por hora na Itália

20 jan 2012
12h07
atualizado às 14h01

A estrutura do navio Costa Concordia, que naufragou em frente à costa da ilha italiana de Giglio no último dia 13, está afundando a um ritmo constante de 7 milímetros por hora, enquanto um robô guiado por cabos procura as pessoas que ainda estão desaparecidas. Os contínuos movimentos da embarcação obrigaram nesta sexta-feira que os trabalhos de resgate dos mergulhadores fossem novamente interrompidos, já que as oscilações do navio põem suas vidas em perigo.

O navio Costa Concordia naufragou há uma semana, mas segue afundando na costa da ilha de Giglio
O navio Costa Concordia naufragou há uma semana, mas segue afundando na costa da ilha de Giglio
Foto: AP

Conheça o cruzeiro de luxo que naufragou na Itália
Mapa mostra os piores naufrágios em cem anos

O robô pode descer a profundidades de até 500 metros e envia imagens à superfície, como as que foram utilizadas para a busca de desaparecidos no mar, segundo explicou o responsável de imprensa dos bombeiros, Luca Cari. Cari indicou que o equipamento já inspecionou duas áreas do navio, de cerca de 10 mil metros quadrados, no proa e na popa, e atualmente está verificando os pontos de apoio da embarcação.

O analista Nicola Costagli, professor da Universidade de Florença e encarregado de acompanhar a evolução do navio, explicou nesta sexta-feira que desliza a um ritmo de 7 milímetros por hora. Além disso, indicou que a proa afunda com maior velocidade do que a popa e que nessa área a movimentação pode alcançar os 15 milímetros por hora.

Costagli comentou ainda que a superfície total na qual o navio se apoia é de mil metros, enquanto o casco se encontra relativamente próximo de um precipício com uma inclinação de 24 graus. Segundo as previsões meteorológicas, deve haver uma forte ressaca nas próximas horas que gera temores sobre a estabilidade do navio, já que a correnteza e as ondas poderiam empurrar o casco em direção ao fundo do mar, visto que se encontra a poucos metros de um abismo de cerca de 60 metros de profundidade.

Naufrágio do Costa Concordia
O cruzeiro Costa Concordia naufragou na última sexta-feira, dia 13 de janeiro, após colidir em uma rocha nas proximidades da ilha de Giglio, na costa italiana da Toscana. Mais de 4,2 mil pessoas estavam a bordo. Até a tarde de terça-feira, dia 17, 11 mortes haviam sido confirmadas . Ainda há desaparecidos , e prosseguem os trabalhos de busca. O Itamaraty informou que 57 brasileiros estavam a bordo do navio , mas nenhum deles está entre as pessoas não encontradas.

O navio, que tem 290 metros de comprimento e 114,5 mil toneladas , margeava a ilha de Giglio quando houve a colisão, imediatamente começando a adernar. Houve pânico e reclamações de despreparo da tripulação . O comandante do Costa Concordia, Francesco Schettino, foi acusado de ter abandonado o navio . Ele disse que estava no comando , mas um áudio divulgado para a imprensa, em que há uma discussão entre ele e a Guarda Costeira, indica que o capitão já estava na costa no momento do resgate.

Veja no mapa o local onde aconteceu o acidente:

EFE   

compartilhe

publicidade
publicidade