0

Morre cardeal Michele Giordano, arcebispo emérito de Nápoles

3 dez 2010
09h41
atualizado às 10h52

O cardeal italiano Michele Giordano, de 80 anos, que foi arcebispo de Nápoles de 1987 a 2006, morreu nesta sexta-feira na cidade napolitana, informou a igreja local.

Internado há vários dias depois de sofrer um desmaio em sua casa, o religioso morreu em um hospital.

O velório será no hospital, onde o atual cardeal de Nápoles, Crescenzo Sepe, celebrou nesta sexta-feira uma missa. O funeral será realizado no sábado.

Michel Giordano nasceu em Sant'Arcangelo (Potenza) em 26 de setembro de 1930 e foi ordenado sacerdote em 5 de julho de 1953.

O cardeal Giordano, nomeado ao cargo pelo papa João Paulo II em 1988, foi secretário da comissão episcopal para o clero na Conferência episcopal italiana.

No final dos anos 90 esteve envolvido em uma investigação por delito de usura, do qual foi absolvido.

Com a morte de Giordano, o Colégio Cardinalício fica composto com 201 integrantes, dos quais 121 podem participar de eventual conclave para eleição do papa por terem menos de 80 anos.

EFE   

compartilhe

publicidade
publicidade