1 evento ao vivo

Kerry condena ato de agressão na Ucrânia e ameaça Rússia

Secretário de Estado dos EUA ameaçou a Rússia com "repercussões muito sérias", que podem incluir a saída do país do G8, além de sanções econômicas

2 mar 2014
11h36
atualizado às 13h57
  • separator
  • comentários

O secretário de Estado dos Estados Unidos, John Kerry, condenou neste domingo o que chamou de "incrível ato de agressão" promovido pela Rússia na Ucrânia e ameaçou com "repercussões muito sérias" por parte dos EUA e outros países, incluindo a retirada do país do Grupo dos 8 (7 mais ricos + Rússia) e sanções econômicas.

John Kerry, secretário de Estado dos EUA, no Departamento de Estado em Washington, em 28 de fevereiro. Kerry advertiu à Rússia que mantenha seu compromisso de respeitar a integridade territorial e a soberania da Ucrânia
John Kerry, secretário de Estado dos EUA, no Departamento de Estado em Washington, em 28 de fevereiro. Kerry advertiu à Rússia que mantenha seu compromisso de respeitar a integridade territorial e a soberania da Ucrânia
Foto: AP

Kerry disse que a Rússia pode enfrentar a interrupção da emissão de vistos, o congelamento de bens e até penalizações em negociações e investimentos. "As reuniões em Sochi do G8 poderão não acontecer e a Rússia pode ser obrigada a sair do grupo caso isto continue", disse Kerry. 

"Você simplesmente não se comporta no século 21 como se estivesse no século 19, invadindo outro país com motivos completamente falsos", afirmou o secretário americano a um programa da emissora norte-americana de televisão CBS.

Kerry, entretanto, acrescentou que a Rússia ainda tem "um conjunto correto de escolhas" que poderá ser usado para solucionar a crise ucraniana.

Com informações da AP e Reuters.

<a data-cke-saved-href="http://noticias.terra.com.br/mundo/ucrania-x-russia/" href="http://noticias.terra.com.br/mundo/ucrania-x-russia/">veja o infográfico</a>

Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade