0

Itália: ao menos 6 morrem em acidente de barco com imigrantes ilegais

10 ago 2013
05h04
atualizado às 05h10
  • separator
  • 0
  • comentários

Um novo incidente com uma embarcação de imigrantes ilegais, que tentava chegar à costa da ilha italiana da Sicília, causou a morte de seis pessoas, embora a maioria dos 70 passageiros tenha conseguido chegar sãos em terra.

A imprensa italiana informou nesta sábado que os corpos das seis vítimas ainda se encontram no passeio marítimo de Catânia, enquanto o restante dos imigrantes ilegais, cuja procedência ainda não foi informada, conseguiu desembarcar com auxilio das autoridades.

Agentes da Guarda Litorânea e da polícia tentam reconstruir os fatos que causaram a morte dos seis imigrantes e também escutam os relatos dos sobreviventes, que também já estão recebendo assistência.

O incidente em questão vem à tona depois que, há dois dias, 103 tripulantes de uma embarcação vinda da África conseguiram chegar com vida à ilha italiana de Lampedusa, os quais informaram posteriormente sobre a morte de dois companheiros, entre eles uma criança de sete anos.

Além disso, no último dia 4 de agosto, após ser resgatados em águas do canal da Sicília, outro grupo de imigrantes (com 90 pessoas) relatou a morte de três mulheres que viajavam na mesma embarcação, sendo que os corpos teriam sidos lançados ao mar.

Um fato semelhante também foi registrado no último dia 28 de julho, quando os 22 sobreviventes do naufrágio de um navio de imigrantes africanos em frente à costa da Líbia asseguraram às autoridades italianas que outros 31 imigrantes teriam morrido no acidente.

A Itália - as ilhas da Sicília e a pequena Lampedusa, em específico - registou um considerável aumento no fluxo de imigrantes ilegais em direção a suas costas, a maioria procedente do norte da África.

EFE   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade