PUBLICIDADE

Idosa quer cobrar direitos autorais por 'pior restauração do mundo'

18 set 2012 10h59
| atualizado às 11h43
Publicidade

No fim de agosto, uma pintura restaurada trazendo um irreconhecível Jesus Cristo se tornou um 'viral' da internet e ficou conhecido como a "pior restauração do mundo". Agora, advogados da autora da "restauração" estão pensando em cobrar direitos autorais pela reprodução da obra. A opção começou a ser avaliada após o santuário de Nossa Senhora da Misericórdia de Borja, na região espanhola de Zaragoza, ter começado a cobrar, no último sábado, 1 euro de turistas adultos que visitam o local. As informações são da emissora espanhola

Combo de imagens mostra a pintura Ecce Homo antes (esq.) da restauração e após o trabalho de Cecilia Giménez
Combo de imagens mostra a pintura Ecce Homo antes (esq.) da restauração e após o trabalho de Cecilia Giménez
Foto: Reuters

TVE

.

A pintura Ecce Homo, pintada por Elías García Martínez em um muro da igreja, era pouco conhecida até a imagem da mal-sucedida restauração feita por Cecilia Giménez, 81 anos, ganhar fama na internet. Giménez, vizinha e frequentadora da igreja, decidiu restaurar para deixar o local "mais bonito". Ela chegou a pedir desculpas pelo resultado da obra. No entanto, a grande repercussão do caso fez com que ela passasse a se recusar a conceder entrevistas a televisões espanholas e decidisse sair de casa apenas para ir ao santuário.

Durante os meses de verão, a igreja costumava receber entre 300 e 400 turistas. No entanto, com a divulgação da pintura, cerca de 30 mil pessoas visitaram o local em pouco mais de 3 semanas, de acordo com a TVE. Com o aumento nas visitações, desde o último sábado a fundação Sancti Spiritus - proprietária do santuário - decidiu cobrar um euro por adulto para arrecadar fundos.

Ainda não se sabe se a imagem será restaurada seguindo o desenho original ou se permanecerá na atual forma.

Fonte: Terra
Publicidade