2 eventos ao vivo

Homem desce da cúpula do Vaticano após dois dias de protesto

22 mai 2013
07h55
atualizado às 08h02
  • separator
  • 0
  • comentários

Marcello di Finizio, o empresário que subiu há dois dias na cúpula de São Pedro do Vaticano com cartazes contra o euro e a crise, desistiu de seu empenho e desceu durante a noite passada ajudado pelos membros da segurança vaticana.

<p>Marcello De Finizio&nbsp;protesto na manh&atilde; de&nbsp;ter&ccedil;a-feira</p>
Marcello De Finizio protesto na manhã de terça-feira
Foto: AFP

Não é a primeira vez que Di Finizio, dono de um restaurante na orla de Trieste, faz algo do tipo, já que em 30 de julho e em 3 de outubro do ano passado escalou a mesma cúpula com o objetivo de pedir ao governo que ajudasse as pequenas empresas italianas. "Parem o massacre, não ao euro. Papa Francisco, nos faça sair deste pesadelo", pôde ser lido no cartaz que pendia da cúpula junto com uma pequena bandeira italiana.

Segundo a imprensa italiana, Di Finizio protestava de novo contra a direção Bolkestein da UE, que impõe que sejam leiloadas as concessões de restaurantes balneários à margem do mar a partir de 2015. O manifestante afirma que a legislação arruinou o setor. O restaurante de Di Finizio, de frente ao mar, foi destruído há alguns anos por um incêndio, e, após conseguir reabri-lo, o italiano agora pode perdê-lo pela a lei europeia, já que o terreno onde fica pode ser leiloado.

EFE   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade