0

Espanha: Conferência da Paz pede fim da violência ao ETA

17 out 2011
14h30
atualizado às 15h08

A Conferência Internacional da Paz celebrada nesta segunda-feira em San Sebastian pediu à organização armada separatista basca ETA um anúncio para o cessar definitivo de toda a ação armada e à Espanha e à França para que o aceitem caso seja feito, segundo o ex-primeiro-ministro irlandês Bertie Ahern ao término da reunião.

Organizada em San Sebastian pela associação nacionalista Lokarri e o Grupo de Contato Internacional, a Conferência se reuniu a portas fechadas com seis negociadores internacionais, encabeçados pelo ex-secretário da ONU, Kofi Annan, e representantes da política e da sociedade basca.

A ETA já tomou uma decisão sobre um fim definitivo da violência e deve fazer o anúncio esta semana, afirmou à AFP uma fonte do Partido Nacionalista Basco (PNV) na Conferência Internacional de Paz.

"ETA tem que anunciar que o atual cessar-fogo se torna definitivo e irreversível", afirmou uma fonte do PNV, o partido que estimulou a celebração da conferência, que pediu anonimato.

"A decisão final está tomada e esta conferência é o cenário que abre o caminho para esta decisão final", completou, antes de afirmar que o ETA não anunciará sua dissolução.

Considerada organização terrorista pela União Europeia e pelos Estados Unidos, ETA é responsável pela morte de 829 pessoas em mais de 40 anos de atentados pela independência do País Basco.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 

compartilhe

publicidade