0

Elizabeth II espera que "bebê real" nasça logo para tirar férias

17 jul 2013
11h58
atualizado às 12h20
  • separator
  • 0
  • comentários

A rainha Elizabeth II afirmou nesta quarta-feira que espera ansiosa o nascimento do que será seu terceiro bisneto, primogênito dos duques de Cambridge, porque quer sair de férias.

Rainha Elizabeth II em visita a Cúmbria, norte da Inglaterra
Rainha Elizabeth II em visita a Cúmbria, norte da Inglaterra
Foto: Reuters

Perguntada na sua visita hoje a Cúmbria, norte da Inglaterra, se prefere que seja menino ou menina, a rainha aproveitou para manifestar sua ansiedade pelo acontecimento, que pode acontecer em breve.

"Não acho que me importe se é um menino ou uma menina. Eu gostaria muito que chegasse logo. Vou tirar férias", comentou usando um casaco de verão verde e chapéu apesar da onda de calor que percorre o Reino Unido, que se encontra em alerta pelas altas temperaturas.

Como de costume, a soberana se irá para o castelo de Balmoral, na Escócia, para passar alguns dias em férias de verão, que este ano serão marcadas pela chegada do filho do príncipe William e sua esposa, Kate.

O "bebê real", como a mídia o apelidou, será o terceiro na linha de sucessão ao trono inglês e reinará independentemente de seu sexo, graças a uma recente mudança na legislação apoiada pela própria Elizabeth II.

As palavras da rainha se somam às de sua nora Camilla, esposa do príncipe Charles, e pai do duque de Cambridge, que no início da semana revelou que os futuros avós esperam ansiosos por "notícias do outro lado do telefone", apesar de ter dito que o bebê poderia chegar no final desta semana.

Sem data oficial para o nascimento, o palácio de Buckingham informou que Kate daria à luz em meados de julho, o que sugere que sua internação hospitalar poderia acontecer a qualquer momento.

No entanto, e apesar de fontes palacianas garantirem que o bebê nasceria no londrino hospital de St.Mary, os duques de Cambridge permanecem na casa dos pais de Kate na cidade de Berkshire, perto de Londres, segundo revelou hoje o correspondente de Casa Real da BBC, Peter Hunt.

EFE   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade