1 evento ao vivo

Chefes de Estado e de Governo mortos em acidentes aéreos

10 abr 2010
11h58
atualizado às 15h51

O acidente de avião que matou o presidente polonês, Lech Kaczynksi, e seus comandantes das Forças Armadas é considerado um dos mais graves dos últimos 50 anos.

Samora Machel, presidente de Moçambique, morreu num acidente com um Tupolev-134, em 1986
Samora Machel, presidente de Moçambique, morreu num acidente com um Tupolev-134, em 1986
Foto: Getty Images

Segue uma lista dos principais acidentes aéreos em que faleceram chefes de Estado e de Governo:.

29 de março de 1959: o primeiro presidente da República Centro-Africana, Barthélemy Boganda, morre vítima da explosão a bordo de um Noratlas a 200 km ao sul de Bangui, em condições nunca esclarecidas.

18 de setembro de 1961: Dag Hammarskjoeld, secretário-geral da ONU, morre em um acidente aéreo na selva de Zâmbia.

27 de maio de 1979: o avião do primeiro-ministro da Mauritânia, Ahmed Ould Bousseif, desaparece no mar em frente a costa de Dacar.

4 de dezembro de 1980: o primeiro-ministro português Francisco Sá Carneiro e o ministro da Defesa Adelino Amaro da Costa morrem no acidente em Camarate, próximo a Lisboa. Em dezembro de 2004 uma comissão de investigação parlamentar conclui que foi um atentado.

24 de maio de 1981: o presidente equatoriano Jaime Roldón Aquilera e seu ministro da Defesa morrem em um acidente aéreo no sul do país.

1 de agosto de 1981: o general Omar Torrijos, homem forte do regime panamenho, é vitimado num acidente aéreo no oeste do país.

19 de outubro de 1986: o primeiro presidente de Moçambique independente, Samora Machel, morre com outras 24 pessoas num acidente com um Tupolev-134 no nordeste da África do Sul.

17 de agosto de 1988: o presidente paquistanês Zia ul Haq, vários líderes militares e o embaixador americano no Paquistão morrem próximo a Bahawalpur (centro-leste do Paquistão) em um acidente aéreo.

6 de abril de 1994: um Falcon 50 que transportava o presidente de Ruanda, Juvenal Habyarimana, o presidente de Burundi, Cyprien Ntaryamira, e várias autoridades de alto escalão de ambos os países, é derrubado por mísseisquando se preparava para aterrissar em Quigali, o que desencadeou o genocídio dos tutsis em Ruanda.

12 de fevereiro de 1998: o primeiro vice-presidente sudanês Al Zubair Mohammed Saleh morre no sul do país.

26 de fevereiro de 2004: o presidente da Macedônia, Boris Trajkovski, e mais oito colaboradores no sul da Bôsnia morrem quando o avião se preparava para aterrissar em Mostar.

1 de agosto de 2005: o líder do sul do Sudão e vice-presidente do país, John Garang, morre em um acidente do helicóptero quando voltava de Uganda.

29 de outubro de 2006: o sultão do califado de Sokoto (Nigéria) Muhammadu Maccido, morre no acidente com um Boeing 737 da companhia aérea ADC, que explodiu após decolar de Abuja (Nigéria), deixando 96 mortos.

10 de abril de 2010: o presidente polonês, Lech Kaczynski, e os principais líderes das Forças Armadas morrem em um acidente aéreo quando o Tupolev-154 em que viajavam tentava aterrissar próximo a Smolensk (Rússia).

O acidente
Lech Kaczynski, presidente da Polônia, morreu no sábado (10) quando o avião que o transportava se acidentou próximo de um aeroporto na Rússia. O acidente aconteceu pouco antes das 11h de Moscou (4h em Brasília).A aeronave, um Tupolev-154, viajava de Varsóvia para a cidade russa de Smolensk, a 420 km da capital Moscou, onde as autoridades polonesas participariam de uma cerimônia para lembrar os 70 anos de um massacre de mais de 20 mil prisioneiros de guerra por forças russas na floresta de Katyn durante a Segunda Guerra Mundial.

O chefe de Estado viajava com a primeira-dama, Maria, e altos oficiais do seu gabinete, incluindo o presidente do Banco Central. Uma das caixas-pretas do avião foi encontrada no local da tragédia, informou um funcionário do governo regional à agência Interfax.

A morte de Kaczysnki repercutiu entre outras personalidades da política mundial, como o presidente dos EUA, Barack Obama, o rei Juan Carlos, da Espanha, e o papa Bento XVI.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 

compartilhe

publicidade