PUBLICIDADE

Canibal de Rouen é condenado a 30 anos de prisão na França

24 jun 2010 14h31
| atualizado às 17h57
Publicidade

A Justiça francesa condenou nesta quinta-feira a 30 anos de prisão Nicolas Cocaign, "o canibal de Rouen", que matou um companheiro de cela e comeu parte de seus pulmões.

Nicolas Cocaign chega à corte de Rouen, na França, para o quarto dia de julgamento
Nicolas Cocaign chega à corte de Rouen, na França, para o quarto dia de julgamento
Foto: AFP

De acordo com a sentença, ditada pelo tribunal de Seine-Maritime, no noroeste da França, Cocaign terá de ficar na prisão por pelo menos 20 desses 30 anos. As acusações foram de matar e torturar o colega de prisão.

Durante o julgamento, que começou na segunda-feira, o condenado chegou a dizer que teve satisfação no que fez. O crime aconteceu em 2 de novembro de 2007.

"A carne humana tem um gosto bom. É mole como a de cervo. Eu gostei de fazer o que fiz", disse.

A testemunha do crime foi um preso que estava na mesma cela e que, em princípio, foi acusado de cumplicidade, mas depois foi absolvido. Pouco depois do assassinato, ele se suicidou na prisão.

EFE   
Publicidade