PUBLICIDADE

Campeão do Paris-Dacar pede que Arábia Saudita deixe mulheres dirigirem

27 nov 2013 09h02
| atualizado às 09h05
ver comentários
Publicidade
Ari Vatanen (esq.) lidera protesto para que as mulheres possam dirigir na Arábia Saudita
Ari Vatanen (esq.) lidera protesto para que as mulheres possam dirigir na Arábia Saudita
Foto: AFP

O ex-piloto e político finlandês Ari Vatanen, campeão mundial de ralis e quatro vezes vencedor do Dacar, protagonizou nesta quarta-feira um protesto em frente a Torre Eifel de Paris para pedir que a Arábia Saudita permita que as mulheres dirijam.

Vatanen, europarlamentar entre 1999 e 2009, liderou uma pequena concentração na Esplanada dos Direitos Humanos de Paris, em frente a emblemática torre sob o lema "Let them drive" (Deixe elas dirigirem).

Também participou do protesto Hend Chaouche, a única mulher árabe que trabalha como piloto de ralis.

Em 26 de outubro, várias mulheres sauditas dirigiram veículos pelas ruas de seu país, desafiando as leis de proibição.

Uma delas postou um vídeo nas redes sociais no qual é possível vê-la usando véu, conduzindo um automóvel por uma avenida de Riad.

Na Arábia Saudita rege uma estrita interpretação da lei islâmica que impõe a segregação de sexos em espaços públicos.

As mulheres não podem dirigir nem viajar para fora do país sem um homem da família, entre outras restrições.

EFE   
Publicidade
Publicidade