1 evento ao vivo

Bolívia não recebeu pedido de asilo de Snowden

2 jul 2013
13h37

A Bolívia não recebeu um pedido oficial de asilo de Edward Snowden, o ex-analista da inteligência americana que está na Rússia, mas consideraria a possibilidade caso receba, afirmaram nesta terça-feira o presidente em exercício Alvaro García e o presidente Evo Morales em Moscou.

García, que substitui no cargo o presidente Evo Morales, em visita oficial à Rússia para uma cúpula do gás, disse em uma coletiva de imprensa que "não chegou um pedido oficial de asilo" aos serviços diplomáticos do país sul-americano, embora o WikiLeaks tenha afirmado na segunda-feira que Snowden solicitou este benefício a 21 países, entre eles a Bolívia.

"Acredito que esta lista que saiu na internet seja uma lista dos países aos quais poderia pedir asilo", disse o presidente em exercício.

"Oficialmente não chegou nenhum pedido, mas, se ele for feito, o presidente já deu a resposta, da análise que faremos", indicou García, ao se referir às declarações de Morales, que disse nesta terça-feira em Moscou que "se houver este pedido, é claro que estaremos dispostos a debater, a analisar o tema".

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
publicidade