0

Autoridades buscam pais de crianças feridas em acidente de ônibus na Itália

29 jul 2013
07h22
atualizado às 07h31

As cinco crianças que estão internadas em estado grave após o acidente de ônibus na Itália, no qual 38 pessoas morreram, estão sem seus pais, já que eles, podem estar em algum hospital ou até mortos, explicaram fontes hospitalares.

O acidente, que aconteceu na noite de domingo, quando um ônibus que voltava de uma excursão caiu de um viaduto, deixou dez crianças feridas.

Além do drama dos mortos, o diretor do hospital pediátrico Santobono, Carlo Maranelli, espera que pelo menos alguns dos pais estejam entre os feridos que foram hospitalizados em vários centros médicos de Nápoles, Salerno e Avellino.

As cinco crianças se encontram em estado grave, segundo Maranelli. Uma menina de cerca de três anos teve que ser operada por conta de um traumatismo craniano e terá que passar por nova cirurgia nas próximas horas.

Uma outra criança, de mais ou menos três anos, também está em estado crítico, enquanto outro menino de 10 anos está com a mandíbula fraturada, mas não corre riscos, além de uma menina de 4 anos que teve fraturas nas pernas.

A última criança, também de 10 anos, está internada em estado grave com uma fratura na mandíbula.

EFE   
publicidade