0

Estudantes saarauís se ferem em confronto com marroquinos

29 nov 2010
15h28
atualizado às 16h08

Dezenas de estudantes saarauís foram agredidos nesta segunda-feira por civis marroquinos em um violento enfrentamento em um instituto na cidade de Esmara, no Saara Ocidental, segundo denunciaram fontes saarauís e espanholas.

Uma testemunha que pediu para permanecer no anonimato por temor a represálias afirmou por telefone que pelo menos 16 estudantes foram transferidos ao hospital da região, enquanto fontes espanholas que residem no Saara Ocidental elevam este número para 21.

A testemunha relatou que a Polícia marroquina estabeleceu um perímetro de segurança em torno do instituto.

Algumas fontes disseram que a presença de civis marroquinos no lugar se devia a rumores sobre a possível convocação por parte dos estudantes saarauís de uma manifestação dentro do instituto.

Elas revelaram que não houve detenções, mas essas informações não foram confirmadas pelas autoridades.

Nos últimos dias, associações de direitos humanos criticaram o "clima de ódio" que reina no Saara Ocidental após o desmantelamento do acampamento saarauí Gdaim Izik em 8 de novembro e os posteriores distúrbios na cidade de El Aaiun, que resultaram na morte de pelo menos 13 pessoas.

As associações ressaltaram a desconfiança existente entre as comunidades saarauí e marroquina depois da participação de civis do Marrocos em assaltos a residências e estabelecimentos comerciais, e do envolvimento de saaráuis na morte de 11 policiais - muitos degolados - nos distúrbios de El Aaiun.

EFE   
publicidade